2017/04/15

Enceladus também poderá suportar vida nos seus oceanos


A lua de Júpiter Europa terá que dividir o protagonismo com Enceladus, uma lua de Saturno, que a NASA acredita também ter condições que poderão suportar vida.

Dados obtidos pela sonda Cassini, que tem estado a explorar Saturno e as suas luas (e, confirmadas até ao momento, já são 62) desde 2005 vieram dar à NASA a confiança para revelar que a lua Enceladus poderá ser o local com as melhores condições para a existência de vida no nosso sistema solar - excluindo o nosso planeta, claro.


Enceladus tem uma superfície de gelo, mas por baixo tem um oceano de água líquida com mais de 60km de profundidade, e fontes hidrotermais submarinas que poderia fornecer a energia química necessária para sustentar formas de vida. Embora a Cassini não tenha conseguido detectar material orgânico quando voou através de um jato de gás ejectado para o espaço, os cientistas dizem que o que foi detectado seria um verdadeiro "chamariz" para micróbios.

Falando destas ejecções, também Europa teve nova confirmação deste fenómeno com dados de 2016, e que curiosamente volta a acontecer precisamente no mesmo local onde já tinha sido detectada uma em 2014; e que se alinha perfeitamente com uma área onde a sonda Galileo tinha detectado "pontos quentes".


Não será por isso de estranhar que a NASA queira lançar nova sonda para explorar este fenómeno já na próxima década, e que poderá ajudar a ter mais algumas respostas - sendo que assim também se torna numa missão bastante mais simples do que aquelas que propõem a utilização de sondas perfuradoras e a utilização de submarinos robóticos para explorar estes oceanos que tanto nos têm intrigado.


2 comentários:

  1. Notícias cada vez mais interessantes. Onde há água, poderá haver vida... Espero viver o suficiente, até se descobrir verdadeiramente se e quais seres vivos lá existem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. +1, organismos unicelulares já não era mau! :)

      Eliminar

[pub]