2017/05/16

Hackers pirateiam o último Piratas das Caraíbas


Enquanto particulares e empresas enfrentam a ameaça do ransomware, os estúdios de Hollywood deparam-se com outro estilo de ransomware, como agora volta a acontecer com o mais recente filme da saga Piratas das Caraíbas da Disney.

Hackers dizem ter conseguido piratear o filme Pirates Of The Caribbean: Dead Men Tell No Tales ainda por estrear, e ameaçam disponibilizá-lo na internet caso a Disney não pague o resgate pedido. É um caso que funciona em sentido inverso ao do ransomware tradicional, em que os utilizadores pagam para ter acesso aos conteúdos que desejam e que lhes foi negado, sendo que aqui se trata de pagar para impedir para que esse acesso seja disponibilizado publicamente; mas não é caso único: ainda recentemente se deu um caso idêntico referente à série Orange is the New Black da Netflix.

Aparentemente os hackers ainda não deram prova de ter realmente o filme, mas ameaçam ir lançando segmentos cada vez maiores do filme na internet caso a Disney não pague um resgates que apenas é descrito como sendo "avultado".

Está também por apurar qual terá sido a origem deste "piratanço", suspeitando-se que tenha acontecido algo idêntico ao que aconteceu no caso do Orange is the New Black, em que os hackers não foram directamente à Netflix mas apontaram a mira aos estúdios mais pequenos que se dedicam à pós-produção... e que aparentemente não estarão tão preparados para lidar contra ataques digitais.

Com estes casos a multiplicarem-se, é de esperar que os grandes estúdios de Hollywood comecem a exigir protocolos de segurança reforçados para todos os elementos externos que trabalharem nos seus filmes... Embora, como se saiba, garantias a 100% nunca há.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]