2017/06/16

GIF faz 30 anos e continua tão popular como sempre

O GIF é um daqueles casos de sucesso inesperado, em que algo obsoleto se vai mantendo década após década ao ponto de, 30 anos passados sobre a sua criação, ainda ser o formato mais popular para partilhar pequenas imagens animadas.

Já muito falamos sobre o GIF ao longo dos anos, quase sempre para partilhar o ridículo que é manter-se um formato de ficheiros completamente anacrónico e ultrapassado (será preciso relembrar o seu limite para um máximo de 256 cores?) No entanto, o que é certo é que todas as tentativas de o substituir por um formato mais recente falharam, e nem sequer há perspectivas de que isso possa vir a acontecer no futuro.

Para celebrar o seu 30º aniversário o Facebook passa a permitir adicionar GIFs animados aos comentários, o que ajudará a perpetuar a sua utilização e proliferação (para além de todos os serviços que também o utilizam). Dito isto, penso que não será necessário relembrar que eu sou um dos maiores anti-GIFs que possa existir, e que por mim este formato já deveria ter sido banido e substituído por algo como os PNGs animados... Se ao menos os "grandes" se entendessem e aceitassem a adopção de um formato standard universalmente suportado...

E quanto à eterna questão de como se deverá ler o GIF, se "GIF" ou "JIF", desculpem-me lá os apologistas do JIF, mas eu estou do lado do GIF... ou será que também querem ler "gift" como "jift"? ;P

2 comentários:

  1. A língua portuguesa tem que se lhe diga, mas a inglesa então, nem se fala...
    Se trabalhares num repositório no Guthub, estás num "guit".
    Mas se fores a Gibraltar, estão, pisas território "ji".
    Que embrulhada...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Erro de digitação. Eu queria escrever "GitHub".

      Eliminar

[pub]