2017/06/01

Gmail ganha segurança acrescida via machine learning


O email continua a ser um dos principais vectores de ataque da actualidade, via phishing e spam, e a Google está consciente disso. Para combater essas ameaças, aplicou diversos novos sistemas de segurança ao Gmail, que vêm beneficiar todos os utilizadores.

O Gmail ainda recentemente foi alvo de várias campanhas de phishing (como a do script no URL, ou o anexo falsificado do Google Docs) bem engendradas, pelo que a Google terá sentido pressão para fazer mais e melhor, antes que novo ataque deste género pudesse potencialmente vir a afectar milhões dos seus utilizadores.

Para começar, temos um novo sistema de machine learning que promete manter 99.9% do spam fora das caixas de email dos utilizadores, e com a capacidade para seleccionar determinados emails para análises adicionais para verificação anti-phishing. Se for o caso, avisará o utilizador de que determinados links no email poderão ser perigosos quando o utilizador tentar clicar neles. No caso de utilizadores do G Suite, também terão direito a alertas caso estejam a responder a endereços de email de fora da empresa, para relembrar que não deverão revelar informação sensível (a não ser que seja mesmo esse o propósito). E por fim, um novo sistema de verificação e detecção de potenciais anexos maliciosos, para tentar evitar que malware e ransomware cheguem aos utilizadores.

São daquelas melhorias que, se funcionarem como se pretende, nem se irá dar por elas a trabalhar - e esperemos que a ausência de ataques de phishing e malware espalhado por anexos de email possa comprovar que estes novos sistemas estão realmente a funcionar.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]