2017/07/12

1Password passa a subscrição e aposta na cloud


O 1Password era um dos mais populares serviços de gestão de passwords, que muitos consideram indispensável para manterem uma lista de passwords seguras, mas tudo se arrisca a mudar com a passagem de app paga apenas uma vez para pagamento de mensalidades e a aposta na cloud.

Bem sabemos que os criadores de software têm que viver, e que a maioria deles preferirá ter um serviço pelo qual os utilizadores paguem continuamente, do que vender uma app que se compra uma só vez. Já no passado assistimos a coisas idênticas, de serviços que eram "vitalícios" mas passaram a ter mensalidade, e embora não seja agradável... acabará por depender essencialmente da forma como se comunica a alteração aos clientes...


No caso do 1Password, a medida de passar para um serviço de assinatura já seria suficientemente polémica, mas a coisas complica-se ainda mais por muitos considerarem que a empresa está a "trair" os seus clientes ao forçá-los a utilizar a opção que enviará as suas passwords para a cloud. Sendo que a possibilidade de manter as passwords encriptadas apenas no armazenamento local era um dos factores importantes para os que levam a sua privacidade a sério e não querem depender da "cloud" de serviços externos, esta mudança de filosofia faz com que o 1Password possa ser completamente eliminado da lista de possibilidades de muitos destes utilizadores.

Há no entanto quem encare a mudança de forma mais pacífica, relembrando que a utilização da cloud da 1Password será mais segura do que utilizar o Dropbox por exemplo (uma das opções para se guardar as passwords), já que a chave de descodificação das mesmas nunca é sincronizada para a cloud, impossibilitando o acesso às mesmas mesmo que a base de dados caísse na mão de hackers. Para além do mais, embora a 1Password esteja a recomendar a utilização da sua cloud, como sendo uma forma mais prática de utilizar o serviço, garante que não tem qualquer intenção de remover o suporte do armazenamento local para quem o quiser utilizar - mas continuando a pagar a mensalidade mesmo que não queira usar a cloud.


É por estas e por outras que tenho optado por fazer uma gestão de passwords mais antiquada (leia-se: pré-histórica), que vai desde a simples utilização da recuperação de password para sites de uso pouco frequente, à utilização de "drafts" no Gmail para guardar algumas passwords de uso mais frequente. Assim, só preciso ter na memória três ou quatro passwords dos serviços que considero "críticos", e que também contam com protecção 2-factor para não ficar dependente da password por si só.

4 comentários:

  1. A 1Password tem uma funcionalidade que para mim é fundamental - um browser dentro da app.
    Com ela, com iPhone/iiPad, vou à página do banco, quando me pede dados do cartão de coordenadas para autenticação vou a outro sítio da app onde as escrevi (deu trabalho, é pena não guardar uma fotografia do cartão de coordenadas), volto à pagina do banco e preencho.
    Com outro browser, depois de o minimizar/passar para segundo plano, para procurar a coordenada noutros sítio, tem que se reiniciar a autenticação - e vai pedir uma coordenada diferente, ou seja, não dá.
    Por causa do browser e da facilidade de sincronização entre equipamentos através da iCloud não dispenso.
    Para quem é paranoico com as "clouds" permite a sincronização direta entre equipamentos.
    Tem mais funcionalidades, não dispenso.
    Curiosamente, a notícia do post é igual a esta, de há mum ano atrás, que não se concretizou - vale a pena ler a correção no fim :)
    https://techcrunch.com/2016/08/04/1password-is-slowly-switching-to-a-subscription-model/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... Com outro browser ou com a própria app do banco. Com smartphone/tablet, mas alguém se conseguiu livrar de andar com o cartão de coordenadas?

      Eliminar
    2. Por exemplo, no ActivoBank (que é do Millenium, por isso penso que este será igual) não preciso de cartão de coordenadas.

      Tudo é feito à base do código de 7 dígitos individual + SMS (para operações a partir da web) ou código de login/impressão digital na app + código de 7 dígitos individual (quando através da app smartphone/tablet)

      Eliminar
    3. Depois de escrever lembrei-me que havia bancos que deixaram o cartão de coordenadas :)
      O cartão de coordenadas é prático ... exceto ter que andar com ele.

      Eliminar

[pub]