2017/07/10

Balões da Google perdem patente crítica


O Project Loon da Google / Alphabet parece estar prestes a enfrentar tempo turbulento, pois uma empresa chamada Space Data conseguiu invalidar uma das suas patentes fundamentais: o sistema de navegação usando a altitude.

Um dos pontos fundamentais de todo o projecto é a sua capacidade de controlarem os balões, coisa que é feito usando as diferentes correntes de ar a diferentes altitudes. Algo que a Google aprimorou ao ponto de tornar estes balões em autênticos "dirigíveis"... mas que é posto em causa pela Space Data, uma empresa que já trabalhava em sistemas idênticos uma década antes, e que a Google esteve a considerar a adquirir - tendo mudado de ideias quando perdeu o leilão das frequências nos EUA para a Verizon (que a obrigaria a ter uma cobertura de 40% no país, e daí o interesse em usar os balões em vez de investir biliões numa infraestrutura convencional).

A Google não pode portanto alegar desconhecimento, pois conhecia bem a actividade da empresa, e que mesmo depois de ter deixado de considerar a sua aquisição, causou impacto suficiente para que a Google continuasse a explorar este sistema com o seu Project Loon.

Ao conseguir invalidar a patente da Google referente à navegação dos balões, a Space Data fica muito bem posicionada para obter um resultado a seu favor no processo em que acusam a Google/Alphabet de terem roubado a sua tecnologia.

O caso irá a julgamento no próximo ano... mas não me surpreenderia se a Google optasse por comprar a empresa por considerar ser a solução mais barata. Afinal, a "justiça" ainda está muito dependente dos biliões de dólares que se tem no banco...

3 comentários:

  1. Nesta fase do campeonato ainda a falar em biliões em vez de milhares de milhões?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 1 bilião é exatamente o mesmo que mil milhões! É tudo uma questão de estrangeirismos!

      Eliminar
    2. Eu disse bilião referindo-me mesmo ao nosso bilião. O "bilião" norte-americano é que equivale aos nossos mil milhões...

      (Mas admito que possa ter exagerado... não faço ideia do custo de implementar toda uma infraestrutura de rede a partir do zero... mas que terá custos astronómicos, lá isso terá - daí o interesse em usar balões, ou drones, ou o que quer que seja que permita poupar dinheiro. :)

      Eliminar

[pub]