2017/09/19

A evolução da resolução nos smartphones


O ecrã completo dos smartphones de há uma década cabe no espaço equivalente a dois icons num smartphone actual.

Por vezes somos tentados a pensar que os smartphones pouco ou nada têm evoluído ao longo dos anos, e que é sempre "mais do mesmo". Mas, nada como olhar para o que se tinha há uma década atrás... e tentar perceber que aquilo que víamos era o equivalente ao que actualmente temos dentro de um par de icons.

O ecrã de um iPhone original (320x480 pixeis) representa a área que agora é coberta por dois icons no novo iPhone X (2436x1125 pixeis).



O mesmo acontece, de forma ainda mais expressiva, quando se coloca o ecrã de um Android G1 (320x480 pixeis) sobre o ecrã de um Galaxy S8 (2960x1440 pixeis). Neste caso o ecrã completo do primeiro smartphone Android nem sequer chega a ocupar a área de dois icons...


Aliás, começa a ser revelador que - no caso de smartphones como o Galaxy S8 e Note 8 - a própria marca acha que os utilizadores já nem conseguirão aperceber-se de tanta resolução, com estes equipamentos a virem definidos de origem com uma resolução virtual de 1080 x 2220 pixeis para poupar recursos (o utilizador pode optar por usar a resolução máxima, ou também uma resolução inferior se assim o entender - mas interrogo-me quantos nem sequer se aperceberão dessa opção).


Portanto, da próxima vez que acharem que não se evolui nada ao longo da última década... lembrem-se que nessa altura estávamos a usar smartphones cuja resolução era equivalente à de um par de icons que actualmente vemos nos ecrãs. :)

5 comentários:

  1. é precisamente por causa disto que eu altero os valores do dpi no sistema (android) de forma a que caibam muito mais coisas no ecrã. Não faz muito sentido os smartphones terem ecrãs cada vez maiores sem tirar proveito de toda a area extra.

    ResponderEliminar
  2. E os ecrãs dos computadores portáteis esses parecem parados no tempo face a esta revolução...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E verdade, não entendo como ainda se vendem portáteis com resolução de 1368x768 .... no minimo deveriam ser fullHD!

      Eliminar
    2. Completamente de acordo. Mas são mais baratos, e o mercado continua a responder a esses produtos. Há pessoas que até gostam, sobretudo o público que não adere ao smartphone como ferramenta do quotidiano, se percetencer uma faixa etária superior, acaba por agradecer ecrãs com icones e letras maiores.

      Nos smartphones é que, bem, é bom ter resolução, mas concordo que já não se notem diferenças significativas, e que mesmo que sejam visiveis em comparação side-by-side, não acrescentam nada à utilização corrente.

      Eliminar

[pub]