2017/09/15

Chrome 64 vai impedir vídeos com auto-play abusivos


Há um número crescente de sites que tem recorrido a vídeos com auto-play que chateiam todos os utilizadores que visitam as suas páginas, mas com o próximo Chrome 64 isso tornar-se-á mais complicado.

Há sites que assumem que, só por abrirmos uma das suas páginas em busca de qualquer informação, somos obrigados a levar imediatamente com um vídeo que se intromete na música que se poderia estar a ouvir e que, em grande parte dos casos, nem nos permite escapar-lhe, pois transforma-se numa janela que acompanha o scroll, para garantir que o vemos quer queiramos quer não. Mas com o Chrome 64 as coisas serão diferentes, pois irá impedir a reprodução automática de vídeos abusivos.

A partir dessa versão, o Chrome só permitirá que um vídeo faça auto-play se não tiver som (for apenas vídeo) ou reunir um conjunto de requisitos que demonstrem que o utilizador tenha interesse nisso: como ter clicado e interagido com a página em questão; ou ter o site adicionado ao seu home screen (num dispositivo móvel), ou se visita regularmente o site para ver esses vídeos.

É pena ter que se chegar a este ponto, em que se tenha que ter o browser a "proteger" os utilizadores devido às formas abusivas que muitos sites empregam para tentar impingir conteúdos sem qualquer respeito por quem os visita.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]