2017/11/30

Kardiaband leva os ECGs para o Apple Watch


O sonho de ter um médico no pulso torna-se realidade com o Kardiaband para o Apple Watch, que permite fazer electrocardiogramas e detectar potenciais problemas cardíacos, sendo o primeiro acessório para o relógio da Apple a ser certificado como dispositivo médico pela FDA.

O Kardiaband é o concretizar das promessas feitas pela AliveCor e Vic Gundotra, que depois de criarem o KardiaMobile para fazer leituras dos ECGs nos smartphones, tinham revelado estar a desenvolver uma versão mais compacta para o Apple Watch.

Usar os smartwatches e wearables para avaliar a saúde dos utilizadores é algo que tem um enorme potencial a nível da detecção precoce de potenciais problemas, sendo que ainda recentemente tivemos vários estudos que comprovaram que através da mediação da frequência cardíaca era possível detectar determinadas anomalias, e até hipertensão e apneia do sono. Mas Vic Gundotra faz questão de referir que há uma grande distância entre esses diagnósticos e as leituras que o Kardiaband pode fazer, relembrando que o Kardiaband é um produto médico certificado, e que trás para o público algo que tradicionalmente só poderia ser feito por médicos ou técnicos de saúde.

O Kardiband custa $199 e obriga a que se opte pelo serviço da AliveCor que custa $99 por ano, pelo que ainda não será o tipo de coisa a que todos irão aderir. Mas é fácil imaginar que quem quiser (ou tiver que) ter um maior controlo sobre a saúde do seu coração, poderá achar que esse valor é bastante mais atractivo que os riscos de não o fazer.

Eventualmente, imagino que esta tecnologia, a par de outras que venham a surgir, comecem a banalizar-se e tornarem-se comuns nos wearables... e seguramente teremos uma revolução no campo da saúde, graças aos dados extra que se forem recolhendo, de forma quase contínua.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]