2016/03/16

Vic Gundotra está a trabalhar num sensor cardíaco para o Apple Watch


Já sabíamos que Vic Gundotra se tinha juntado à AliveCor depois de se ter afastado da liderança do Google+, e agora ficamos a conhecer um pouco mais sobre o produto que esperam trazer para o mercado e que tornará os wearables mais úteis para efeitos médicos.


A existência de sensores capazes de medir a frequência cardíaca é algo que se vai popularizando entre os fitness trackers e smartwatches, mas a maioria destes sensores serve apenas para medir ocasionalmente a pulsação (e nem sempre dando resultados fiáveis) e a grande maioria das empresas faz questão de referir que estes valores são meramente indicativos e que não têm qualquer validade para efeitos médicos.

O sensor da AliveCor pretende competir num nível completamente diferente, entrando na categoria de equipamento médico - e por isso ficando também sujeita a toda uma série adicional de burocracia e regulamentações. O seu novo produto será um sensor que se pode usar em conjunto com um Apple Watch (e potencialmente outros smartwatches), destinado a todos os que tenham propensão para problemas cardíacos, e que permitirá recolher ECGs com qualidade suficiente para terem validade médica e poderem auxiliar os médicos no diagnóstico de problemas.

Estando em contacto privilegiado com o corpo, os wearables são os candidatos perfeitos para a inclusão de todo um conjunto de sensores que permita um acompanhamento continuado do nosso estado de saúde. É de prever que ao longo dos próximos anos se assistam a grandes avanços nesta área e, por consequência, em toda a área da saúde. Que tal o nosso médico de família poder ser alertado automaticamente assim que for detectada alguma irregularidade? Ou que numa consulta o médico possa ter acesso imediato a todo um conjunto de dados que mostra o histórico de actividade do paciente, ECGs, temperatura, e tudo o mais que puder ser monitorizado?


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]