2017/12/22

Amazon compra Blink e fica com câmaras a pilhas


Eis um novo caso de sucesso nascido do Kickstarter e que agora é apanhado pela Amazon: a Blink, que se dedica a criar câmaras de vigilância a pilhas que podem ser monitorizadas remotamente via smartphones.

Hoje em dia é fácil comprar uma câmara para meter em casa e aceder-lhe remotamente, o problema é que nem sempre é simples colocar a câmara no ponto que se queria, especialmente se não tivermos uma tomada eléctrica por perto. Foi aí que a Blink veio inovar, oferecendo câmaras completamente sem fios que podem trabalhar até dois anos com apenas duas pilhas AA, e a um preço relativamente aceitável, de $99 a $129. Um produto de sucesso que foi seguido por um sistema de videoporteiro, também a pilhas, que permite ver quem é que toca à campainha, mesmo quando não se está em casa.

Facilmente se percebe, portanto, o interesse da Amazon nestes produtos, que levou à aquisição da Blink. A Amazon já se tem aventurado neste sector, que assume importância crítica quando associada a serviços como o da entrega dentro da casa das pessoas (e onde as câmaras fornecidas pela Amazon se revelaram vulneráveis a ataques). Para além disso, é de interesse crescente o desejo de querer manter as casas seguras e também de saber quem é que toca à porta, sem que isso implique instalações complexas ou produtos demasiado dispendiosos.

Com esta aquisição, a Amazon ganha uma gama de produtos bastante interessante, que poderá fornecer a preços ainda mais competitivos se assumirmos o aumento das vendas que será inevitável por agora passarem a ser produtos da Amazon. Venham de lá essas campainhas com câmaras para a porta... que não faltam pessoas interessadas nisso. :)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]