2017/12/07

OnePlus explica ausência do Project Treble por culpa das "partições"


A questão das actualizações para o Android 8 Oreo tem dado bastante que falar, e a OnePlus já veio responder aos clientes que até lançaram uma petição a pedir que fosse incluído o Project Treble - embora não tenha sido a resposta esperada.

O Project Treble é uma das maiores novidades do Android 8, mas que irá ser completamente invisível ao olhar dos utilizadores. Este sistema obrigou a uma remodelação completa do sistema, por forma a tentar resolver - de uma vez por todas - a ausência e morosidade das actualizações de Android que atormenta a esmagadora maioria dos equipamentos.

Graças ao Treble, será mais simples para os fabricantes (e eventualmente utilizadores) lançarem actualizações de novas versões de Android sem terem que perder meses de trabalho a refazer as alterações que gostam de fazer. São benefícios que só se irão fazer notar a longo prazo, mas que já vão sendo demonstrados pela comunidade. Foi por isso com enorme desilusão que os utilizadores com smartphones OnePlus descobriram que, embora a marca vá lançar actualizações para o Android 8.1, a mesma não incluirá o Project Treble.

O Project Treble é um requisito da Google para todos os smartphones que forem lançados com Android 8 de fábrica, mas para os que o receberem via actualização, fica ao critério do fabricante implementá-lo ou não. Sem grandes surpresas, isto fez com que rapidamente os fãs da OnePlus lançassem uma petição a pedir a inclusão do Project Treble... mas o único resultado foi a OnePlus explicar porque motivo não vão lançar o Project Treble nestas actualizações - e a resposta não será grande surpresa, pois replica aquela que foi dada pela Nokia.


No fundo, a OnePlus desculpa-se igualmente com a falta das partições necessárias para implementar o Project Treble, onde é necessária uma partição separada com as alterações do vendedor. Fazer esse reparticionamento via actualização OTA é arriscado, uma vez que se algo correr mal o utilizador pode ficar com um equipamento inutilizado. Por isso, a OnePlus considera que os riscos não compensam face aos benefícios, tendo em conta que prometem continuar a trazer as actualizações a tempo e horas para os seus equipamentos.

A explicação não agrada a todos; uns dizendo que esse risco deveria ser algo que cada utilizador deveria poder decidir por si; e outros relembrando que a promessa das actualizações é muito bonita nesta altura, mas daqui por um ou dois anos a conversa poderá ser outra, e seria aí que contar com o Project Treble daria maior descanso a quem quisesse manter o seu OnePlus por muito mais tempo.


Pessoalmente, embora me agradasse ver o Project Treble nos OnePlus 5 e 5T, compreendo a posição da OnePlus e de não querer transformar uma actualização "positiva" para o Android 8.1 num potencial pesadelo de relações públicas por culpa de uma dezenas ou centenas de utilizadores com smartphones brickados.

5 comentários:

  1. OnePlus no more.
    Bad company...
    Saiu um 5T? Não estava previsto... Querem lá saber do consumidor...
    Hire more programmers!

    ResponderEliminar
  2. Estranho estes consumidores... não criticam um OP5 cheio de problemas e criticam um OP5T até agora sem problemas...

    ResponderEliminar
  3. Smartphone da One Plus nem fodendo... Ô empresinha picareta.

    ResponderEliminar
  4. Desiludiu-me bastante a OnePlus com esta história

    ResponderEliminar

[pub]