2017/12/07

Peças de plástico impressas em 3D comunicam com WiFi


Fazer complexas peças impressas em 3D não é novidade, mas criar peças impressas em plástico capazes de comunicar via WiFi sem precisar de baterias nem circuitos electrónicos... isso é que poderia parecer impossível, mas não é.

Investigadores quiseram explorar a expansão dos chamados smart devices, mas desta vez levando-os a um patamar em que pudessem ser aplicado até em coisas onde não fosse conveniente (ou economicamente viável) utilizar material electrónico. E o resultado foram peças impressas em 3D com capacidade de se ligarem a WiFi (pdf link).

O princípio é o mesmo que já foi utilizado no passado para detectar a presença e movimento de pessoas, aproveitando a "interferência" causada pelos corpos nos sinais de rádio. Neste caso, aproveitando-se o movimento mecânico para fazer mover peças que actuam como antenas e permitem reflectir (ou não) os sinais de rádio, incluindo WiFi.

Claro que isto não irá substituir os smart devices tradicionais, com electrónica e baterias, capazes de comunicar e e registar dados de forma mais minuciosa mas, para algumas aplicações, poderá permitir adicionar capacidade de leituras remotas em situações em que não seria viável usar os sistemas electrónicos.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]