2011/10/06

Morreu Steve Jobs


Chegou o "dia" que muitos antecipavam há algum tempo... Steve Jobs deixa-nos aos 56 anos, vítima do cancro com que batalhava nos últimos anos e que o foi deixando cada vez mais debilitado.

O seu estado de saúde em declínio era perfeitamente visível a cada nova aparição pública, fazendo com que tivesse que abandonar o posto de CEO na Apple no passado mês de Agosto. Para a posteridade deixa uma marca que conseguiu fazer aquilo com que sempre sonhou: "mudar o mundo"!

Vindo de origens humildes (foi adoptado), sem grandes posses para continuar nos estudos superiores (tinha que dormir no chão dos quartos de amigos, e passar fome), Steve Jobs desistiu do curso e pode finalmente dedicar-se a fazer aquilo que realmente lhe apetecia... e essa foi apenas mais uma das inúmeras opções que o tornaram na pessoa que era. Visitou a Índia, expandiu os seus horizontes espirituais, tornou-se budista, passou a olhar para o mundo da outra forma.

Com a criação da Apple em 1976, com Steve Wozniak e Ronald Wayne, Steve Jobs começou finalmente a fazer aquilo que queria... revolucionar o mundo. Os primeiros Apple, os Macintosh... Uma aventura digna de "telenovela", e que décadas mais tarde faria com que fosse afastado da sua própria empresa. Um afastamento que também serviu como episódio marcante para que se pudesse "recentrar" nas coisas essenciais. Steve Jobs diversificou os seus interesses - comprou a divisão de animação da Lucas e ajudou a criar a Pixar - e anos mais tarde regressaria à Apple, marcando o início da sua época áurea.

O iPod, o iPhone, o iPad... serão provavelmente os produtos mais marcantes que ficarão para sempre associados a Steve Jobs. Produtos que mudaram o mundo, mudaram as pessoas, mudaram a sociedade e a forma como interagimos com a música, com a internet, com os conteúdos, como comunicamos.


Para Steve Jobs, era importante acordar de manhã e perguntar-se: "Se este fosse o último dia da minha vida, quereria estar a fazer o que faço?" - e será quase certo que na última década a sua resposta, a cada dia, seria um rotundo sim.

Adeus Steve Jobs.

Uma história de vida que dificilmente será esquecida.

[24 de Fevereiro, 1955 – 5 de Outubro, 2011]


4 comentários:

  1. Quer se goste ou não dos produtos da Apple, não se consegue negar a influencia que têm na tecnologia actual. Grande parte graças ao génio de Steve.
    RIP

    ResponderEliminar
  2. Steve Jobs foi sempre um visionário, revolucionou com as suas ideias o mundo tecnológico com a sua pequena Apple, mudou o paradigma musical e ainda foi perseverante e acreditou que se poderia fazer animação por computador ao fundar a Pixar (que até vergou a Disney).

    Eu não lhe irei agradecer por tudo de bom (incluindo a sanidade laboral) que me proporcionou usar os produtos da empresa que nasceu da visão dele, nem os vou inumerar sequer pois já existem na minha vida há cerca de 20 anos, tal como os filmes da Pixar. A felicidade de os usar, ajudar, defender, promover e valorizar... já o fizeram por mim diariamente.
    Deixou-nos agora, vencido pela doença fisica, mas o importante é que deixou um legado que pensa e articula o futuro. Até isso ele soube assegurar.

    RIP Steve Jobs

    http://armpauloferreira.blogspot.com/2011/10/rip-steve-jobs-co-fundador-da-apple.html

    ResponderEliminar
  3. "Biografia de Steve Jobs na Amazon (disp. dia 21 de Novembro, adiantada para 24 de Outubro)"

    Por "adiantada" deve querer dizer "adiada",pelo menos comigo, sempre que chego adiantado a algum sítio é porque lá estou antes da hora marcada e não 3 dias depois...
    Abraço e bom trabalho!

    ResponderEliminar
  4. @Anónimo

    Quando passa do dia 21 de *Novembro*, para o dia 24 de *Outubro* (um mês antes, pelas minhas contas), considero que se possa dizer que foi adiantada em vez de adiada... ;)

    ResponderEliminar

[pub]