2015/06/26

Inbox do Google já permite swipe to delete... mas (ainda) não da forma correcta


O Inbox do Google pretende ser uma forma mais eficiente de lidar com os emails, mas parecia ter-se esquecido de um pequeno pormenor de importância crítica para alguns utilizadores: facilitar a eliminação dos emails. Agora, passa a facilitar essa tarefa, mas cai novamente no erro de implementar a funcionalidade de forma bastante limitada e praticamente inútil.

Desde sempre que o Gmail nos tenta convencer que é desnecessário apagar emails, incentivando a que, em vez disso, sejam arquivados. Percebo que isto seja interessante para muitas situações (e que o Google também prefira ter a máxima quantidade de dados sobre cada utilizador), mas a questão é que continuam a haver muitas outras situações em que se quer mesmo eliminar emails, sem que fiquem eternamente nos arquivos a ocupar espaço.

Este dilema tem causado situações muito caricatas (e absurdas) nas apps do Google. A app do Gmail, ainda hoje não permite fazer de forma prática e rápida um swipe que permita apagar ou arquivar (temos que escolher ou um ou outro - e durante muito tempo tinha a aberração de, ao se seleccionar o swipe to delete fazia desaparecer a opção de arquivar visível na app!) e no Inbox nem sequer havia opção para isso.


Agora, o Inbox permite fazer um swipe to delete... mas só se activarmos a opção de que o "done" implica apagar o email (em vez da acção normal de apenas marcar os emails como "tratados").

... Será assim tão difícil compreender que há emails que se desejam apagar; mas sem que isso implique perder a capacidade de marcar outros assuntos como já tratados e ficarem arquivados? Muitas outras apps de email já resolveram o assunto, disponibilizando acções múltiplas no swipe - como diferentes funções dependendo da direcção, ou até fazendo surgir várias opções quando se faz um swipe mais "alongado".




Quanto mais tempo teremos que esperar até que o Google chegue a esta conclusão?

1 comentário:

  1. Realmente... O Inbox nisso está uma bela confusão. A Google ultimamente anda um bocadinho baralhada das ideias...

    ResponderEliminar

[pub]