2015/10/29

Bluboo Xtouch assume-se como "OnePlus 2 killer"


Depois da OnePlus se ter estreado no mercado anunciando um flasgship killer,  é agora vez dos papéis se inverterem, e ser ela o alvo de outros fabricantes que estão a fazer aquilo que ela fez: trazer-nos smartphones topo de gama a preços verdadeiramente inacreditáveis, como o Bluboo Xtouch.

A Bluboo é uma marca que tem estado a dar muito que falar, e o seu XTouch é um smartphone que ainda deixa muitas pessoas intrigadas sobre como será possível colocá-lo no mercado ao preço anunciado. É que, a nível de características, pouco ou nada fica atrás de um OnePlus 2 (nalgumas coisas até o supera, e com a vantagem de ser mais compacto, com um ecrã de 5"), mas depois olhamos para o preço e vemos que custa menos de metade de um OnePlus 2! São $149.99 versus $329. (Em euros, o Touch já está disponível para pré-encomenda por cerca de 160 euros.)



Não admira portanto que a Bluboo tenha recorrido ao mesmo lema que a OnePlus tanto gosta de usar, e baptizado este XTouch como um verdadeiro OnePlus 2 killer. (Mesmo face ao mais recente OnePlus X mais económico a 269 euros, a diferença de preço continua a ser substancial.)

... Estamos neste momento a aguardar a chegada de um destes Xtouch para fazermos uma análise, e a não ser que exista alguma coisa imprevista, não me parece difícil antever que este Bluboo passe para o topo da lista de recomendações de smartphones Android.

10 comentários:

  1. Esta empresas fazem me rir. Prometem tanto e depois na realidade sabe a tão pouco, principalmente no que toca ao software. Nos dias de hoje o que define a longevidade de um telefone é o seu software e suporte coisas que estas "chinompresas" não consideram relevante. Uma aposta que esta mesma empresa daqui a 3 meses já está a lançar um smartphone superior a este ao mesmo preço, esqueçendo-se completamente de dar suporte ao device anterior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade que o suporte oficial é descurado... mas para isso é que existem as comunidades que fazem o que os fabricantes não fazem... e se queres um exemplo de marcas de prestígio onde isso também acontece não precisas de ir longe... http://abertoatedemadrugada.com/2015/10/android-60-marshmallow-para-os-nexus-4.html . Não sei a que software específico te referes que fica aquem nos telemóveis chineses... podes até não gostar dos launchers, mas nada que não possas alterar para o que queiras... e no que se refere ao restante software, não é mais compatível ou incompatível que os de marcas premium...

      Eliminar
  2. Tipicamente os SOCs MediaTek são sempre mais fraquinhos, mas não deixa de ser um excelente produto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade que os SOC's MediaTek são mais fraquinhos que os da Qualcomm (Snapdragon), mas a verdade é que não são maus, antes pelo contrário, para as aplicações normais do dia a dia estão a revelar-se muito bons mesmo.

      Até à geração pré 4G (até ao MTK6592), comparar Mediatek vs Qualcomm era como comparar Intel vs Ciryx quando os últimos surgiram... remediavam, mas tinham fraco desempenho e várias falhas (no caso dos MTK6592, muitos relatos de mau funcionamento do GPS, por exemplo)

      Já nesta geração dos terminais 4G, quer os MTK6735 (pela sua poupança energética) quer os MTK6752/3 (pelo seu desempenho) já são mais como a comparação Intel vs Amd, em que temos alternativas muito interessantes e a bom preço que não ficam nada atrás da marca "base".

      Just my humble opinion

      Eliminar
  3. Isso até pode ficar a 160€ mas a alfandega vai cobrar uma bela estalada no preço final :|

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deverá demorar muito para que surja em lojas com armazem europeu. :)

      Eliminar
  4. Este smartphone vem com o Android lolipop limpo de origem? O eu percebi mal...

    ResponderEliminar
  5. a maioria das empresas esta se nas tintas para o utilizador.
    vejo isso no samsung da minha mulher ela tem um galaxy s5 da nos e so tem o SO 5.0.0 e nem sei se vai ter o 5.1.1 ou ate mesmo o 6.

    ResponderEliminar
  6. O maior problema é mesmo o suporte... E pior ainda o software

    ResponderEliminar

[pub]