2018/01/30

Alibaba vai usar A.I. para melhorar trânsito em Kuala Lumpur


Depois dos resultados positivos obtidos pelo City Brain em Hangzhou na China, a Alibaba vai aplicar o mesmo sistema de controlo de trânsito em Kuala Lumpur na Malásia.

Os veículos autónomos têm o potencial para acabar com o trânsito caótico nas nossas estradas e aumentar a eficiência dos transportes ao máximo mas, até que tal aconteça, ainda temos muitas décadas de trânsito humano com que lidar. A Alibaba tem uma solução para o problema, sob a forma do City Brain, um sistema de inteligência artificial capaz de processar os dados de centenas (ou milhares) de câmaras de trânsito, informação dos centros de trânsito, e até das apps de navegação, para gerir o trânsito de toda uma cidade de forma mais eficiente que sistemas tradicionais.

O sistema parece ser suficientemente convincente para que a Malásia aceitasse aplicá-lo em Kuala Lumpur, sendo que para isso deverão ter contribuído os resultados obtidos na cidade chinesa de Hangzhou. Aqui, o City Brain conseguiu melhorar a velocidade média de circulação em 15% e, não menos importante, garantiu que as infracções de trânsito fossem detectadas com uma precisão de 92% (e sem necessidade de andarem com helicópteros ou drones a espiar as estradas, como querem fazer por cá.)

O City Brain vai melhorando com o tempo, aprendendo a lidar com padrões de tráfego, e também tendo capacidade para sugerir as melhores rotas para veículos de emergência chegarem aos locais pretendidos, sugerir rotas de transportes públicos mais eficientes, e até ajudando no planeamento de novas estradas.

Numa primeira fase, a concluir até Maio, o City Brain ficará ligado a 500 câmaras de trânsito e 300 semáforos, estando planeada a sua expansão a uma área mais abrangente até ao final do ano, caso tudo corra como previsto.

3 comentários:

  1. Puxa vida... Li, reli e continuei a ficar confundido, e só mesmo pouco antes de começar a escrever este comentário é que compreendi que não é a Alibaba, mas sim uma Aliababa...

    Que confusão...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas... Agora que cliquei na hiperligação do artigo vejo que é mesmo a Alibaba...

      É mesmo a loja online do Jack Ma?

      Eliminar
    2. A Alibaba é tipo Google... tem muitas áreas de actuação. :)

      Eliminar

[pub]