2020/12/16

Xiaomi lança ebook reader Mi Reader Pro

A Xiaomi tem um novo leitor de ebooks, o Mi Reader Pro, com ecrã de 7.8" e iluminação ajustável.

O segmento dos ebook readers continua a ter um público fiel, que agradece as vantagens da leitura num ecrã e-Ink e a longa autonomia que até faz esquecer a necessidade de os recarregar. Este novo Xiaomi Mi Reader Pro vem com uma série de melhoramentos que o aproxima dos Kindle de referência, e melhora substancialmente a sua utilização.

O Xiaomi Mi Reader Pro tem um ecrã e-ink de 7.8" com densidade de 330 ppi, e que conta com iluminação LED que permite não só ajustar o nível de luminosidade mas também a tonalidade desejada, entre branco frio e branco quente. Vem com Android 8.1, 2GB de RAM, 32GB, WiFi, BT 5.0, e também a assistente de voz Xiao AI - já que se trata de um produto destinado ao mercado chinês.

O leitor suporta os formatos habituais, como txt, epub, pdf, e outros, e conta com uma autonomia de até 70 dias graças à sua bateria de 3200mAh.

Na China vai ter um preço promocional de lançamento de apenas 140 euros, o que é bastante tentador para as suas características - para referência, o Kindle Oasis de 7" começa nos 250 euros. Agora resta esperar que a Xiaomi lance uma versão para o mercado internacional.

7 comentários:

  1. À espera da versão internacional....

    ResponderEliminar
  2. Sempre quis um ebook reader, mas os preços são tão sempre salgados que eu continuo investindo nos livros de papel. À espera de que a versão internacional deste não venha por mais de 200€.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Kindle 10 geração está por 330. Acho bem econômico

      Eliminar
  3. Kindle, do melhor que há. Aprovado por uma leitora que devora livros como a minha mulher. Kindle Paperwhite a 92Eur https://www.amazon.de/-/en/Paperwhite-Waterproof-High-Resolution-Display-Offers-Black/dp/B07747FR44/ref=sr_1_1?dchild=1&keywords=kindle+paperwhite&qid=1608139339&sr=8-1

    ResponderEliminar
  4. É pena a Amazon não vender o Kindle Oasis em Portugal. Só o Paperwhite. Vou estar de olho neste Xiaomi. Espero que lancem no ocidente.

    ResponderEliminar
  5. E como é que se compara com um que de 200€ que já dá imagem a cores?

    ResponderEliminar
  6. Não se compara. Écran a cores deixa de ser epaper e já não se compara ao compara ao desgaste dos olhos e da autonomia da bateria.

    ResponderEliminar

[pub]