2022/12/22

Brave lança FrodoPIR para bases de dados mais privadas

A equipa do Brave desenvolveu um novo sistema de pedidos a bases de dados, chamado FrodoPIR, que promete manter a privacidade dos acessos.

O browser Brave tem-se focado em assegurar a privacidade dos utilizadores da melhor forma possível, e isso agora chega também aos acessos às bases de dados. O problema é o de fazer pedidos a bases de dados sem que os elementos de pesquisa denunciem aquilo que está a ser pesquisado. Por exemplo, se alguém fizesse um pedido a uma base de dados com todos os hotéis com localização em Lisboa, esse pedido poderia ser interceptado e utilizador por serviços de publicidade, que depois começariam a apresentar publicidade referente a isso a esse utilizador.

Com este FrodoPIR, em que PIR é reeferente a Private Information Retrieval, as pesquisas são feitas de forma cifrada, nada revelando sobre o que se está a pesquisar na base de dados.
Uma das aplicações em que esta protecção se torna imediatamente evidente é nos casos em que se queira pesquisar por nomes de utilizador e passwords nas bases de dados que compilam a informação que foi sendo roubada por hackers, e onde existe sempre o risco de, ao perguntar se certa password é vulnerável, a própria pergunta a deixar em risco - sendo uma das primeiras coisas em que o Brave espera aplicar este novo sistema.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]