2023/01/09

Lenovo apresentou novos tablets no CES 2023



O CES 2023 foi aproveitado pela Lenovo para apresentar novos tablets, que curiosamente se destinam aos segmentos de topo e económico, não tendo para já sido apresentados equipamentos para a gama média.

O Lenovo Tab Extreme de 14,5 polegadas, vai muito para além daquelas que são as habituais dimensões de um tablet. O ecrã OLED 3K apresenta uma gama de cores DCI-P3 e taxa de actualização de até 120Hz, prometendo uma imagem de qualidade superior. Quanto ao áudio, Dolby Atmos e um conjunto de oito alto-falantes JBL de 4 canais de alto desempenho, divididos de forma uniforme para criar uma experiência de áudio espacial dinâmica, convidam à visualização de conteúdos multimédia. O processador MediaTek Dimensity 9000 Octa-core e uma autonomia de bateria de até 12 horas, completam as principais especificações de hardware deste tablet.


Em termos de acessórios, além da Lenovo Precision Pen 3, este Lenovo Tab Extreme pode ainda contar com um teclado que claramente não esconde onde foi buscar inspiração. A capa teclado com dupla dobradiça disponibiliza um modo de apresentação com o tablet suspenso, igual ao utilizado pelo iPad da Apple.


O Lenovo Tab Extreme vem com Android 13 e segundo a marca, pode receber até três actualizações do Android e quatro anos de actualizações de segurança. É muito pouco para um equipamento que por certo vai ter um preço "escaldante" e nem três actualizações do Android tem garantidas, ficando-se a Lenovo com um "até". O tablet permite um modo multi-tasking, com o apoio de até quatro aplicações em simultâneo, através de ecrã dividido e a capacidade de abrir até 10 aplicações com janelas flutuantes, pelo que além da visualização de streams, poderá também ser uma excelente ferramenta de trabalho.


No segmento dos tablets, foi ainda apresentado um novo low cost, o Tab M9. Este modelo poderá ser particularmente interessante para os mais novos, como equipamento para visualização de conteúdos, tanto na escola, como em alturas de lazer.

1 comentário:

  1. Um tablet, seja iPad Pro, seja Samsung ou lenovo, por mais de uns 600-700€ com teclado e pen, é um desperdício compro. Não pela potência mas pelo SO. Eu tenho um Samsung S6 Lite 2020 e é fantástico: todo que posso exigir dum tablet e ainda tenho modo dex, isto por uns 180€ em segunda mão, como novo. Para o resto tenho um Surface Pro 8 que esse sim tem um SO que permite tudo e ainda o sub sistema Android se quiser apps do Android. Agora usar um SO de tablet que não permite metade das coisas

    ResponderEliminar

[pub]