2015/12/21

H.265/HEVC reduz preços e facilita a sua adopção


Se se interrogavam porque motivo o mundo do vídeo online ainda não se mudou para o mais eficiente H.265/HEVC, que genericamente permite reduzir para metade o tamanho de conteúdos comprimidos em H.264 e possibilita vídeo Ultra HD 4K sem exigir largura de banda exagerada, vão gostar de saber que agora isso poderá vir a acontecer, com a revisão dos termos (e custo) do seu licenciamento.

Os direitos de utilização do H.265 são definidos por um grupo chamado HEVC Advance composto por grande empresas (como a Technicolor, Dolby, Philips, General Electric, Mitsubishi Electric, etc.) e o seu grande problema era que os valores pedidos eram bastante mais elevados que os que eram pedidos para o anterior H.264. Esses valores tornavam-se ainda mais complicados de aceitar para empresas de streaming de vídeo, como YouTube e Netflix, pois seriam obrigados a pagar alguns cêntimos por cada utilizador... o que facilmente poderia escalar para centenas de milhões de dólares anuais... Condições que, como facilmente se compreende, apenas serviram para incentivar a procura por alternativas, como o VP9 do Google.

O grupo do HEVC não quer arriscar que estes codecs alternativos se comecem a tornar nos principais, deixando-os com um codec eficiente mas que ninguém utiliza, e por isso reviu as suas condições, reduzindo o preço a pagar pela utilização do H.265 para cerca de metade e definindo também limites máximos anuais, que serão do agrado dos serviços de streaming. Para além disso, conteúdos gratuitos passam a poder usar o H.265 sem ter que pagar qualquer licenciamento.

Vamos lá ver se com esta alteração passamos a ver mais vídeos 4K a chegarem à internet, e acima de tudo, vermos vídeo com cada vez maior qualidade sem que seja necessário gastar dezenas ou centenas de gigabytes para esse efeito.

3 comentários:

  1. pena. porque bom bom era mesmo o VP9 ganhar terreno....

    ResponderEliminar
  2. Excelentes notícias. Resta saber se será suficiente mesmo assim.

    ResponderEliminar
  3. Excelente... mas pronto isto também envolve depois atualizações de hardware. Quase sempre..

    ResponderEliminar

[pub]