2016/01/04

Agulha num gira-discos vista ao microscópio


Algo tão simples como um disco a tocar num gira-discos revela-se surpreendentemente difícil de conseguir captar com precisão microscópica. Mas finalmente alguém se deu ao trabalho de o fazer e os resultados são fantásticos.

Na verdade, não se trata propriamente de gravar o acto de tocar um disco propriamente, pois parece não ser tecnicamente possível fazê-lo (pelo menos, com o material que estava disponível). O que se fez foi recorrer à magia do cinema, neste caso, pegando em pequenos pedaços de um LP - que tiveram que ser recobertos por um material condutor (prata vaporizada) e que depois foram colocados no microscópio electrónico, junto com uma agulha e braço que também foram modificados para acomodar os requisitos e limitações deste projecto.

Como cada exposição demora vários segundos a captar, foi também necessário fazer a captação das imagens usando um processo tipo animação "stop-motion", em que se foi captando frame a frame o processo da agulha a mover-se no disco, para finalmente se poder compilar tudo num clip que nos mostra a magia de como um disco de vinil produz o seu som (e permitindo ver como os pequenos rasgos dos discos tem perfis diferentes de um lado e outro, para produzir o som stereo).

Numa altura em que o digital já se tornou comum, este sistema de reprodução puramente mecânico acaba por ser ainda mais fascinante do que o era nos seus tempos áureos. :)


Actualização: podes querer espreitar como são feitos os discos de vinil.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]