2016/04/04

Apple quer autorização para importar iPhones usados na Índia


A Apple tem dificuldade em fazer com que os seus iPhones se tornem atractivos na Índia devido ao preço elevado, e por isso volta a tentar obter autorização para importar iPhones usados - opção que está a gerar enorme contestação por parte dos fabricantes locais.

A Apple não tem tido problemas em vender os seus iPhones a preços elevados em praticamente todo o mundo (embora algo comece a mudar, como se comprova pelo lançamento do iPhone SE, o mais barato de sempre nos EUA embora possa ser equiparado ao iPhone 6S nos aspectos principais) mas na Índia isso traduz-se por menos de 2% de quota de mercado.

Ora, quando se trata de um mercado com mais de 1000 milhões de potenciais clientes, é fácil imaginar que se queira fazer tudo para aumentar as vendas. Só que, mesmo um iPhone SE de $399 continua a não servir de muito num país onde se têm smartphones com preços a começar nos $35 e mais de 80% dos smartphone vendidos custam menos de $150 - e daí o desejo da Apple de poder importar e vender iPhones usados na Índia.

Seria uma opção de recurso para a Apple, que lhes permitiria vender iPhones mais baratos sem prejudicar os modelos novos (ao contrário de outras marcas que criam modelos específicos para a Índia a preço mais reduzido, a Apple não se pode arriscar a lançar um iPhone "baratucho"); mas que enfrenta fortes opositores. Não só temos os fabricantes locais a reclamarem desta opção, dizendo que mesmo iPhones usados terão que pagar as taxas elevadas de importação (300%); como também há quem relembre os perigos de transformar a Índia no "caixote de lixo" dos smartphones do resto do mundo, colocando ainda mais pressão sobre a questão do correcto tratamento dos resíduos perigosos (como as baterias, etc.)

Teremos que esperar para ver o que o governo indiano decide... e se se deixa contagiar pelo fenómeno Apple, ou não.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]