2016/05/09

Actualização do Kobo elimina centenas de ebooks dos utilizadores


A existência do DRM só serve para complicar a vida aos utilizadores legítimos, e infelizmente temos mais um caso que o demonstra no campo dos ebooks, com uma actualização da Kobo que removeu centenas de ebooks dos dispositivos dos seus utilizadores.

Os ebooks podem ter muitas vantagens face aos livros físicos (pesquisa, portabilidade, etc.) mas isso vem acompanhado da insistência dos editores de que os utilizadores não são realmente donos do livro que compraram mas simplesmente têm direito a lê-lo; e para isso recorrem ao sempre odiado DRM. Terá sido um bug relacionado com esse DRM que fez desaparecer centenas de livros na última actualização dos Kobo.

Pelo que se pode perceber, este bug parece afectar livros que tenham sido importados de outras lojas (neste caso da Sony), mas o mais importante é que volta a relembrar que esta complexidade sempre crescente na gestão do DRM só serve para prejudicar os utilizadores legítimos que compraram legalmente os conteúdos - pois aqueles que recorrerem a livros pirateados não têm que se preocupar com este tipo de situações. Ainda pior, temos casos em que os utilizadores legítimos acabam por ser forçados a piratearem os livros que compraram, para continuarem a ter acesso a eles (como muitas vezes acontece quando os serviços vão à falência, ou decidem desligar os servidores que fazem a autenticação ou validação desses produtos.)

Felizmente, temos alguns grandes editores (como a O'Reilly) que há muitos anos que vão promovendo o fim do DRM nos ebooks. Só falta que todos os outros percebam que têm muito mais a ganhar com isso, do que a perder - ou qual acham que será o efeito que estes incidentes terão nos utilizadores afectados, da próxima vez que tiverem que decidir entre comprar um ebook legalmente, ou evitarem chatices e ainda por cima pouparem dinheiro?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]