2016/06/06

Adblocker bloqueia bloqueador de adblockers da Wired


Se dúvidas houvesse de que as guerras da publicidade na internet iriam chegar a pontos absurdos, eis que começamos a ter adblockers a bloquearem os bloqueadores de adblockers.

Os adblockers surgiram em resposta à publicidade abusiva que muitos sites insistem em apresentar, e a todo o tipo de tracking que vai tentando recolher todos os dados possíveis sobre cada utilizador. Durante anos foram uma ferramenta usada apenas pelo público mais "geek", sendo maioritariamente ignorados pelos sites e serviços de publicidade - mas mais recentemente, com a chamada de atenção para as questões de privacidade, e a facilitação do uso de adblockers no iOS (no Android ainda aguardamos por algo idêntico), o caso mudou de figura.

São cada vez mais as pessoas que usam os adblockers nos seus dispositivos móveis, onde a diferença entre carregar uma página cheia de publicidade ou uma sem publicidade pode representar vários megabytes e dezenas de segundos poupados. Em resposta, também os sites começaram a adoptar medidas mais agressivas para combater esta tendência, nalguns casos chegando até ao recurso de "bloqueadores de adblockers", que tentam impedir o acesso à informação caso detectem que o visitante está a usar um adblocker (isto para não falar daqueles que pretendem fazer com que seja ilegal bloquear publicidade - sendo que também do lado oposto há já indícios de que bloquear quem usa adblocker poderá ser ilegal.)

Mas, no caso que nos traz aqui hoje, dá-se apenas o processo lógico que demonstra que os sites só têm a perder com o uso destas tácticas agressivas. Com o site da Wired a bloquear o acesso a quem usad adblocker, o Better - um popular adblocker para iOS - simplesmente passou a bloquear também o bloqueador de adblocker.

Será que a Condé Nast, responsável pela Wired, irá optar por bloquear o bloqueador de bloqueadores de adblockers? É que se for o caso os responsáveis pelo Better já disseram que simplesmente passariam a bloquear o bloqueador de bloqueadores de bloqueadores de adblockers, e se certamente se começa a ver que esta não será definitivamente a forma de tentar fazer com que os visitantes fiquem mais receptivos a ver publicidade nesses sites (sendo que em muitos casos nem se trata da própria publicidade, mas sim do facto dessa publicidade ter um peso exagerado na quantidade de dados que se descarregam, e no tempo de carregamento da página, para além das questões de privacidade.)

1 comentário:

  1. Boa!

    Estive a ver o que é que esses gajos fazem, e são espetaculares, é caríssimo para iOS (quase 5€, quando há outros que até são grátis). Mas acabei por comprar, porque fazem a sua própria lista, e mantêm-na bem!

    ResponderEliminar

[pub]