2016/07/17

Elon Musk diz que Teslas poderão dispensar LIDAR e usar o radar que já têm de forma mais inteligente


O acidente com vítima mortal de um Tesla em modo de piloto automático veio demonstrar a facilidade com que os seus sistemas podem falhar na detecção de obstáculos, e foi acompanhado de acusações de que um LIDAR teria evitado esse acidente. Mas Elon Musk diz que poderá fazer melhor usando apenas os radares já existentes nos Teslas.

Coincidência ou não, o que é certo é que já foi apanhado um Tesla equipado com um LIDAR, que lhe dá a capacidade de criar um detalhado mapa tridimensional de tudo o que está em seu redor, facilitando a detecção de todo o tipo de obstáculos. Infelizmente, os LIDAR são aparelhos bastante dispendiosos e que necessitam de um campo de visão desobstruído, o que num automóvel complica bastante a sua instalação e integração com o design do veículo.

Problemas que o próprio Elon Musk acredita conseguir evitar, apostando em aproveitar de forma mais inteligente os dados do radar que já existem nos Tesla. A ideia é aproveitar os dados do radar para ir compilando informação de forma contínua que permita criar um mapa tridimensional ao estilo do que é captado por um LIDAR, e que teria a vantagem adicional de ser imune a nevoeiro, chuva, neve, pó e fumo.

Claro que Elon Musk tem interesse em poder fazer melhoramentos que possam ser disponibilizados por software e não impliquem a troca ou instalação de hardware adicional; mas, se realmente a Tesla conseguir criar um sistema que permita a um radar aproximar-se dos benefícios dados por um LIDAR (ou superá-los em determinadas condições), será algo que indirectamente poderá beneficiar toda a indústria automóvel e o desenvolvimento de sistemas de condução autónoma - pois dispensará o mais dispendioso acessório que muitos considerariam indispensável.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]