2016/07/15

Jovem de 15 anos NÃO morreu a jogar Pokémon Go


O jogo Pokémon Go tem sido um fenómeno a nível mundial, e agora que chegou a Portugal convém estar atento aos eventuais riscos que um jogo deste tipo acarreta, para que notícias como a da suposta morte de um adolescente de 15 anos não se tornem realidade.

A notícia em questão referia que um jovem de 15 anos teria sido morto a tiro após entrar na casa de uma vizinha a altas horas da madrugada, quando tentava apanhar um Pokémon no jogo. Seria uma situação preocupante (que não invalidaria a falta de bom senso do jovem) não fosse de se tratar de uma notícia que teve origem num site de notícias falsas satíricas, mas que foi levada a sério e se espalhou de forma viral pela internet.

Mas, embora isto tenha sido mentira, não faltam incidentes a sério de coisas que têm acontecido relacionadas com o jogo Pokémon, desde jogadores distraídos que caiem de falésias ao tentar apanhar os Pokémon; outros que descobrem cadáveres no processo; ou ainda alguns habilidosos que recorrem aos "iscos" do jogo (os Lure Modules como o que o Sea Life vai usar este fim-de-semana) de forma a atraírem jogadores a determinados locais para depois os roubarem - certamente nem a Niantic nem a Nintendo imaginariam que esse isco seria utilizado desta forma.

Enfim, casos que servem para relembrar que o Pokémon Go é um jogo divertido e saudável, mas que convém estarem atentos ao que se vai passando no mundo real. Não será conveniente irem para locais remotos sozinhos, ou onde não se sintam em segurança. Se possível joguem em grupo, com amigos - e acima de tudo, respeitar sempre a propriedade alheia (ou pública).

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]