2016/09/08

Abandono da ficha dos headphones no iPhone 7: erro ou decisão acertada?


Tal como vinha a ser antecipado, a chegada dos iPhone 7 vem acompanhada do desaparecimento da ficha de 3.5mm tradicional headphones e, como anteriormente, há quem encare isso com naturalidade e sinal de evolução... e quem considere um enorme erro.

A Apple perdeu bastante tempo a justificar a decisão de abandonar uma ficha cujas origens remontam ao século XIX, a uma época em que o seu objectivo era facilitar as ligações nas centrais telefónicas. Oficialmente, o abandono da ficha facilitou o processo de tornar o iPhone 7 à prova de água (desculpa que não convence, considerado que o 6S já funcionava por mais de 30 minutos debaixo de água, mesmo com essa ficha, e que muitos smartphones de outras marcas também o fazem); e que permitiu poupar espaço no interior do iPhone de forma a se utilizarem câmaras melhores, bateria de maior capacidade, e demais componentes.

Do campo oposto, a óbvia referência de que assim a Apple elimina a única forma de "input/output" que ainda não controlava no iPhone. Mesmo para algo tão simples quanto gravar áudio reproduzido pelo iPhone, ou utilização de um microfone, passa a ser necessário usar um adaptador da Apple (que por agora vem incluído na caixa, mas que previsivelmente deixará de o ser no futuro.) Aliás, a inclusão desse adaptador nos iPhones 7 vem demonstrar que a Apple está consciente de que o mercado ainda depende bastante da ficha tradicional... e que nem todos irão gostar dos EarPods Lightning (especialmente os que quiserem carregar o seu iPhone 7 enquanto ouvem música) - e falta ainda saber o impacto que isto terá nos acessórios que usavam a ficha dos headphones (como os leitores de cartão de crédito da Square, etc.)


Para a Apple o futuro do som é wireless, apostando nos seus novos AirPods. E é mesmo "futuro", uma vez que os mesmos são prometidos para mais tarde e não estão disponíveis para o lançamento dos iPhone 7. Os mesmos são pequenas maravilhas da engenharia, com microfones para redução de ruído, sensores que detectam quando estão colocados nos ouvidos, e sistema de emparelhamento "imediato" que dispensa o tradicional processo do bluetooth; mas como em todos os earphones wireless, precisarão de ser recarregados com bastante frequência (a Apple anuncia 5h em funcionamento - e apenas 2h se os usarem para fazer chamadas) o que na prática significa que se terá que se andar com a sua caixa atrás (que serve para os recarregar).

Ou seja... parece-me que é daqueles futuros que parece bonito nas imagens e nos anúncios (tal como aquelas fotografias nas revistas de decoração, onde nunca se vêem cabos eléctricos e temos candeeiros, colunas e televisores que trabalham "por magia") mas que na prática se traduz por andar com cada vez mais adaptadores e carregadores. Quer seja um adaptador de lightning para ficha tradicional, quer seja um eventual adaptador que permita recarregar o iPhone enquanto se usa simultaneamente a ficha lightning para ouvir música, quer seja outro para permitir recarregar a caixa dos EarPods... a promessa da simplicidade sem fios vem acompanhadas de muitos "fios" que teremos que carregar.

E acima de tudo, se por agora ainda era possível comprar uns headphones/earphones e esperar que funcionassem em iPhones e Android, a partir de agora essa decisão será mais um investimento que deixará os utilizadores mais presos à plataforma da Apple. Como sempre... "só compra quem quer"... mas isto faz com que a mudança de ideias daqui por um, dois, ou mais anos, se torne bem mais dispendiosa.

13 comentários:

  1. Para quem só vê a marca á frente, qualquer decisão que eles tomem será sempre aceite. Para quem analisa as coisas de outra perspectiva (ou tenha gasto umas centenas de euros nuns bons headphones) esta decisão é simplesmente ridícula.

    ResponderEliminar
  2. Mas qual abandono? A ficha é que é diferente, nada mais.

    ResponderEliminar
  3. Abandonar a ficha 3.5mm significa que a bateria é maior, e o sensor da câmera é maior (melhor), e lentes também, isto num corpo que é milímetro por milímetro igual à geração anterior.

    Para quem anda com phones velhos de 1999, também não compra iPhones.

    Para quem quer a última tecnologia, e compra iPhones, é uma decisão normal e acertada.

    Algumas coisas têm de ceder para avançar outras. Quem não quer comprar outros headphones, simplesmente vem de graça com um adaptador para 3.5mm e chega.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim a questão acaba por ser "filosófica", pois contam-se pelos dedos de uma mão as vezes que usei headphones em smartphones na última década; no entanto fico curioso sobre quem dá uso, se regularmente o faz enquanto recarrega o iPhone, ou não. É que agora isso passará a ser impossível (até sair algum "hub lightning").

      P.S. Era algo que podiam solucionar adicionando carregamento wireless ao iPhone.

      Eliminar
    2. https://9to5mac.com/2016/09/08/belkin-adapter-lighting-earpods-charging-iphone-7/ e https://9to5mac.com/2016/09/08/iphone-7-headphones-charging-solution/

      Eliminar
    3. Tu so podes tar a gozar!!!
      "Abandonar a ficha 3.5mm significa que a bateria é maior, e o sensor da câmera é maior (melhor), e lentes também, isto num corpo que é milímetro por milímetro igual à geração anterior."

      Tu tens noção como é uma ficha 3,5mm ?!? O tamanho real que ela ocupa e a sua ligação à motherboard do tlmv?!?
      Já alguma vez desmontaste um tlmv?!?
      Tirando o próprio tamanho, em diâmetro da ficha, 3,5mm, o resto, nada mais faz aumentar o tamanho do tlmv!!! No meu N5, a ficha depois para ligar à mobo, tá assente em cima na placa apenas por conectores magnéticos e sem mais nada a fazer aumentar o tamanho do tlmv!!!

      Achas mesmo q vao ser 3,5mm que vão retirar a hipótese de se ter maior bateria??
      Esta é hilariante, pois a bateria basta ser mais comprida e/ou larga, não precisa de ser maior em altura
      O mesmo para o sensor da camara e respectivas lentes, achas que vai ser isto que vai evitar q o sensor e as lentes serem maiores e melhores?!?
      No 7 até pelo contrario, as duas camaras claramente ficam para fora do corpo traseiro do iphone!!!

      Sinceramente, so não quer ver quem não quiser. Isto foi pura e simplesmente uma jogada de marketing e para ganhar obviamente mais uns trocados num grande negocio da musica digital

      Eliminar
  4. Retiraram a drive de disquetes => FIM DO MUNDO
    Actualmente: Ninguém sente falta
    Retiraram o leitor de CDs => FIM DO MUNDO
    Actualmente: Ninguém sente falta
    Retiraram a entrada P2 => FIM DO MUNDO
    Daqui a pouco tempo: Ninguém sentirá falta
    E la nave va...

    ResponderEliminar
  5. Uma das vantagens da utilização da ficha lightning para áudio, é deixamos de estar dependentes do DAC (conversor digital para analógico) e "amplificador" do iPhone que limitava bastante a qualidade sonora, podendo passar agora utilizar headphones com do seu próprio conversor. Isto será bom para "audiófilos" ou aqueles que querem ouvir musica com mais qualidade, permitindo utilizar headphones que antes o iPhone não tinha capacidade de amplificar. Deixo-vos um vídeo sobre o assunto. É apenas uma vantagem que poderá passar despercebida. Embora também acredito que para muitos seja indiferente. :)
    https://www.youtube.com/watch?v=TfSuHJNiaK0

    ResponderEliminar
  6. Erro. A entrada de 3.5mm foi estudada para sofrer torção e permite que o cabo rode por exemplo. Como é que rodam um cabo lightning?
    Para não falae da aberração que é ter que usar um adaptador.

    ResponderEliminar

[pub]