2016/09/17

Professor usa reconhecimento facial para detectar alunos aborrecidos


Hoje em dia é mais fácil que nunca dar uso a sistemas que permitem analisar rostos e dizer-nos a sua idade e emoções, e um professor na China está a aproveitar isso para avaliar a reacção dos alunos às suas aulas.

Se já temos automóveis que são capazes de avaliar a sonolência dos condutores para recomendar que façam uma pausa, porque não aplicar o mesmo conceito às salas de aula? Terá sido essa a inspiração para Wei Xiaoyong, professor na Universidade de Sichuan na China, que apontou uma câmara para os alunos na sua sala de aula, e assim consegue avaliar o seu nível de interesse e aborrecimento.

O professor diz que o objectivo é recolher informação que permita melhor planear as suas aulas de modo a manter o interesse dos alunos (e ainda bem que assim é) mas não posso deixar de pensar que na versão 2.0 deste sistema o professor acrescentasse uma nerf gun robotizada, que disparasse sobre o aluno que atingisse um nível baixo de interesse...

O único risco seria ver alguns alguns alunos a fazerem caras aborrecidas propositadamente para se divertirem com uns disparos durante as aulas - o que certamente as tornaria mais interessantes para o resto da turma. ;)

1 comentário:

[pub]