2016/11/14

Kaspersky acusa MS de abuso de posição dominante ao incluir Windows Defender no Windows


Lembram-se dos tempos em que o Windows era obrigado a apresentar uma janela para a escolha do browser? Em breve poderemos estar a assistir a algo idêntico relativamente aos anti-vírus.

A Kaspersky não gosta da forma como a Microsoft tem lidado com anti-vírus de outros fabricantes, nem da forma como o seu próprio Window Defender se aproveita de todas as oportunidades para os desactivar e ficar com essa função a seu cargo.

Teoricamente, o Windows Defender deveria desactivar-se quando detectasse outro software anti-virus instalado, reactivando-se apenas somente no caso desse software deixar de funcionar. O problema - apontado pela Kaspersky - é que no processo de actualização para o Windows 10 a Microsoft desinstala grande parte dos programas de anti-virus dizendo que "não são suportados", e não tendo dado aos criadores de software de anti-vírus a oportunidade para que os seus programas fossem reconhecidos correctamente.

Pessoalmente, preocupa-me mais o apetite que o sistema anti-malware da Microsoft tem pelos recursos da máquina. Num pequeno computador com um CPU Atom bastante limitado, grande parte das vezes dou com a origem da lentidão da máquina a estar relacionada com os scans do Windows Defender (mais concretamente o serviço anti-malware da Microsoft) - ao ponto de já me deixar desesperado e com vontade de o desactivar e deixar o computar sem protecção. :P

2 comentários:

  1. Sinceramente nunca me aconteceu o Defender desactivar o antivirus, muito pelo contrário, ele fez exactamente o que é dito aí que devia fazer. Quando instalei antivirus ele desligou-se sozinho, sempre fez isso nas minhas instalações. Estou agora com o Win10 e continua a fazê-lo.

    ResponderEliminar
  2. o M4X tem razão. Não me parece que a KAS se va safar. a M$ vai sempre dizer que nao obriga ninguém. até esta afazer mais que no caso IE. nesse caso, esse cancro ficava sempre la, e havia coisas que nao funcionavam bem se o IE fosse radicalmente morto. Neste caso, caso os users queiram usar outro qq, o defender desliga-se

    ResponderEliminar

[pub]