2016/12/20

Samsung poderá recorrer a baterias da sua rival LG para reconquistar confiança dos utilizadores


Os incidentes com os Galaxy Note 7 vão permanecer na memória dos consumidores durante muitos e longos anos e parece que, para evitar que episódios idênticos aconteçam, a Samsung está até disposta a utilizar baterias da sua rival LG.

Os relatos dizem que a Samsung está em negociações com a LG Chem para o fornecimento de baterias para os seus futuros modelos (embora pareça que já não chegue a tempo do lançamento do Galaxy S8) e isso poderá indicar que o objectivo é mesmo "limpar a imagem".

Antes de mais importa referir que a Samsung continua sem dar uma explicação oficial quanto ao verdadeiro problema que afectava o Note7 - com a teoria mais provável até à data a ser a que diz que o problema se deve a um problema de design, não deixando espaço no interior do smartphone para a expansão da bateria. Se o problema for efectivamente esse, significa que as baterias produzidas pela Samsung seriam tão seguras quanto quaisquer outras, pelo que o recurso a um fornecedor externos funcionaria mais como uma manobra mediática para sossegar os potenciais clientes.

A verdade é que os clientes estão pouco interessados na marca da bateria que têm no seu smartphone. Só querem é saber que o mesmo não está em risco de explodir a qualquer momento. Pelo que... qualquer novo smartphone de topo da Samsung terá que se comportar acima de todas as expectativas, sabendo-se que bastará um deles estourar para que rapidamente se crie um frenesim sobre a eventualidade de novo cancelamento.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]