2017/02/01

Apple com receita recorde


A Apple é uma marca que suscita paixões como nenhuma outra, mas mais uma vez mostra que continua a dominar naquilo que tão bem tem feito nos últimos anos: vender iPhones e a ganhar dinheiro, muito dinheiro.

Os receios de que os iPhone 7 tivessem uma recepção moderada, por manterem um design idêntico ao dos anteriores iPhone 6 e 6S, e servirem de prolongamento até à chegada do próximo iPhone 8 (que deverá agrupar um conjunto de alterações substanciais), eram afinal infundados. Os iPhones continuam a vender tão bem como sempre, e Tim Cook diz que até os Apple Watch obtiveram vendas recorde.

No último trimestre a Apple teve 77.38 mil milhões de dólares de receita - um novo valor recorde - resultando em 17.8 mil milhões de lucro, valor impressionante mas que fica ligeiramente abaixo dos 18.4 mil milhões obtidos o ano passado. Igualmente impressionante é verificar que destes 77.38 mil milhões dólares, 54.37 mil milhões dizem respeito à venda de iPhones; mais concretamente 78.29 milhões de unidades, vendidas apenas no último trimestre. Significa isto que a Apple vendeu, em média, mais de 650 mil iPhones por dia; e o valor médio dos mesmos atingiu também novo recorde, o que indica a preferência pelo iPhone 7 Plus e a sua câmara dupla.

Nos Apple Watch a Apple não disponibiliza números discriminados, mas embora a categoria "other" em que esteja inserido tenha sido um dos poucos em que as receitas desceram, Tim Cook diz que as vendas dos Apple Watch têm batido todos os recordes. A culpa da descida nas receitas, mesmo com vendas adicionais de Apple Watch terá sido devido à queda nas vendas da Apple TV.

Se a Apple consegue estes resultados com os iPhone 7... perspectivam-se resultados ainda melhores para o próximo ano, assumindo que a Apple nos irá trazer um iPhone 8 verdadeiramente "de luxo". Por outro lado, o panorama nos EUA após a eleição de Trump tem gerado também muitas incertezas... pelo que não será boa altura para tentar prever o que possa acontecer nos próximos 12 meses.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]