2017/02/20

Apple compra empresa especializada em reconhecimento facial


O próximo iPhone deverá adoptar um ecrã que ocupa a quase totalidade da superfície frontal, e fala-se que isso deverá ser acompanhado por um novo sensor de impressões digitais integrado no próprio ecrã. No entanto, parece que a Apple também está a apostar num sistema complementar ou alternativo de autenticação usando reconhecimento facial.


Rumores de que a Apple estaria a equacionar utilizar reconhecimento facial ou ocular não são propriamente novos, mas ganham novo peso com a notícia de que a Apple terá comprado a RealFace, uma startup especializada em reconhecimento facial direccionado para a autenticação.

Embora a aquisição não tenha sido ainda confirmada oficialmente, a RealFace apagou todo o seu site, e a Apple já é conhecida por dar respostas tipo do género "compramos empresas que considerarmos serem vantajosas para nós e não temos mais nada a dizer sobre o assunto".

A maior questão será saber se esta movimentação por parte da Apple pretenderá investir no reconhecimento facial como forma adicional de autenticação... ou se a Apple quer um sistema de "backup" para o caso de não conseguir encontrar uma forma fácil de integrar a tecnologia TouchID de reconhecimento de impressões digitais no ecrã. Pessoalmente, penso que a Apple não se arriscaria a lançar um iPhone sem detecção de impressões digitais... para além de que o sistema de reconhecimento facial poderá ter vantagens nalgumas situações, mas também desvantagens em muitas outras (ora tentem desbloquear o vosso iPhone usando reconhecimento facial enquanto o têm no bolso!)

Vamos ter que esperar até ao lançamento do iPhone 8/X para saber, mas o WWDC em Junho irá certamente já dar algumas pistas sobre as intenções da Apple para o futuro do iOS e dos iPhones.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]