2017/02/07

Google facilita partilha de páginas AMP


A Google muito tem promovido as páginas AMP (Accelerated Mobile Pages) e agora vem dar resposta à principal crítica de quem tem que as enfrentar: a dificuldade de fazer algo tão simples quanto partilhar um link para o artigo original.

O AMP surgiu em resposta às páginas web cada vez mais complexas e pesadas, recorrendo a páginas que utilizam apenas um conjunto reduzido de elementos HTML que permitem a sua transferência e apresentação de forma quase instantânea, e que ficam em cache nos próprios servidores da Google.

O problema é que, com isto, as páginas AMP ficam com URLs que apontam para a Google, o que complica o processo de partilhar a notícia para o site original, e que até ao momento têm obrigado a que se salte da página AMP para a página original, e só depois se possa partilhar o link - um processo que derrota a eficiência de utilização desta tecnologia. Felizmente a Google tem estado atenta e já arranjou uma solução.

A partir de agora, na barra que indica o site de origem da página AMP localizada no topo da página, teremos também um atalho para o URL original. Desta forma é possível copiar e partilhar o link sem que seja necessário visitá-lo (mas podendo visitar-se com um simples duplo toque) - e, no futuro, será até possível fazer a partilha directamente deste local, graças à Web Sharing API, mas que por enquanto ainda é apenas suportada no Chrome.

... Por agora, é recorrer ao link mais acessível, e desenrascar assim.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]