2016/08/08

Google vai dar prioridade às páginas AMP nos resultados nas pesquisas


O combate às páginas web demasiado lentas vai subir de tom, com a Google a começar a dar prioridade às páginas AMP em vez das "normais", nas pesquisas feitas em dispositivos móveis.

O AMP (Accelerated Mobile Pages) é o sistema promovido pela Google e que visa ser a resposta aos Instant Articles do Facebook, e que tem a vantagem de permanecer compatível com o HTML standard. No fundo, acaba por ser um guia de "boas práticas" que aplica algumas restrições quanto ao que se pode/deve utilizar, para garantir que uma página web mantenha um tamanho reduzido e possa ser apresentada de forma quase instantânea.

A Google, melhor que ninguém, sabe o efeito de cada fracção de segundo a mais que demora a apresentar uma página. Tal como em tempos Steve Jobs deu início a uma guerra contra o Flash por este ser (mal) usado e isso prejudicar o desempenho dos computadores e dispositivos mobile (na altura parecia uma batalha impossível... mas veja-se no que deu); agora podemos considerar o AMP como uma batalha idêntica, mas aplicada ao próprio HTML.

Os resultados falam por si, uma página web normal pode representar algo como mais de 1MB de dados, com centenas de pedidos para recursos externos, a que se somam os consequentes atrasos das comunicações e processamento para transformar tudo isso na página que é apresentada ao utilizador. Em versão AMP, a mesma página pode passar para algo como uma dezena de KB, e meia dúzia de pedidos - sendo isso que permite que a mesma possa ser apresentada de forma imediata ao utilizador, com todas as vantagens para quem procura informação.

Só o tempo dirá se este AMP poderá vir a ter o mesmo efeito efectivo que a batalha contra o Flash teve... mas seria um erro subestimar as potenciais implicações de longo prazo que este AMP poderá ter (embora possa acabar por vir a ser apenas mais um projecto que desaparece sem deixar rasto... lembram-se das páginas WAP para os telemóveis?)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]