2017/02/11

Lentes planas mais próximas da realidade


Os elementos ópticos necessários para focar uma imagem são um dos maiores entraves à miniaturização das câmaras, mas os investigadores continuam a fazer grandes avanços no campo dos meta-materiais e das lentes planas com espessura ultra-reduzida.

Não é a primeira vez que é criada uma "lente" com alguns microns de espessura capaz de focar luz; o problema é que anteriormente isso apenas se aplicava a um comprimento de onda específico. Agora, o mesmo grupo apresenta um material melhorado, que já permite focar toda a gama dos 490 aos 550 nanometros (correspondente ao espectro de cores azul e verde).


Para efeitos de aplicação em câmaras comerciais será necessário expandir ainda mais esta capacidade, dos 390 aos 700nm de forma a afectar também as cores violeta e vermelho. Mas mesmo nesta gama reduzida, esta lente terá já bastantes aplicações no campo científico, abrindo um novo mundo de possibilidades na criação de sensores ópticos que dispensam a habitualmente volumosa objectiva com todo o "vidro" que tradicionalmente contém.

Uma das grandes vantagens destas lentes de meta-materiais, para além da sua espessura ínfima, é a de que podem ser criadas de forma a obter precisamente o efeito que se deseja. Neste caso, mesmo com espessura reduzida, temos uma lente imune a coisas como aberração cromática, que normalmente implica a utilização de mais elementos ópticos (e maior volume) para ser corrigida.

Para além disso, também poderá funcionar no sentido oposto... pelo que também as áreas dos óculos digitais e picoprojectores poderão sofrer grandes revoluções com os avanços feitos nestas lentes de meta-materiais.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]