2017/03/16

App Store do iMessage já começa a revelar falta de interesse


Ultimamente temos assistido a uma ofensiva que tenta transformar as apps de mensagens em verdadeiras plataformas multi-facetadas capazes de tudo e mais alguma coisa - mas nem sempre esse interesse coincide com aquilo que os utilizadores querem, e no caso do iMessage da Apple, isso já se faz notar.

Se por um lado pode fazer sentido adicionar funcionalidades úteis a uma app de mensagens, por outro lado também se corre o risco de isso ser interpretado como uma overdose que subverte por completo o princípio de funcionamento simples e prático que se espera deste tipo de apps. Já tivemos o caso do Facebook ser obrigado a trazer de volta as mensagens de estado depois de as ter removido e substituído pela sua cópia do Snapchat Stories; e agora são as estatísticas que demonstram que também a App Store do iMessages tem perdido o interesse.

Parte desse desinteresse poderá ser explicado pelo facto de a utilização de apps de terceiros no iMessage depressa se tornar numa "trabalheira" à medida que se vão adicionando mais apps - complicando o processo de se chegar até à app em questão, e fazendo com que o processo de falar com os amigos e dar uso a essas apps se torne menos prática do que seria desejável. Mas por outro lado poderá ser simplesmente o facto de muitos utilizadores preferirem que o iMessage se mantenha tal como era, sem tentar ser mais do que aquilo que é.

Mais do que a App Store do iMessage, penso que seria bastante mais interessante que a Apple cumprisse a promessa feita por Steve Jobs, de que o iMessage iria ser aberto a terceiros, para que se pudessem criar apps compatíveis, mesmo noutras plataformas - embora, com todas as questões de segurança, autenticação, e agora com a complexidade extra de lidar com as apps para o serviço, isso me pareça um sonho com poucas probabilidades de vir a acontecer. Mas uma coisa seria certa... se a Apple lançasse um iMessage para Android, era uma excelente forma de combater todas as outras apps de mensagens multiplataforma, que actualmente os utilizadores iOS são obrigados a usar para falarem com os seus amigos com Androids.

2 comentários:

  1. Pronto, lá estão os fanboys a dizer mal da coisa.

    A loja abriu à pouco tempo, é óbvio que depois da procura inicial, em que toda a gente vai arranjar stickers para começar, há uma inevitável quebra.

    Steve Jobs NUNCA prometeu iMessage para terceiros, e as aplicações para iMessage, umas são só stickers, outras são Aplicações completas e nativas para iOS, por isso está fora de questão.

    Além disso, para multi-plataforma, existem vários serviços, inclusive o Allo e Duo… porque é que não falam da "procura" destes dois… pois… não convém falar dos falhanços COMPLETOS e REPETIDOS da incompetente da Google, já da Apple? Aí há que arranjar qualquer ponto de vista para dizer mal!

    Não, não somos obrigados a usar apps de mensagens multiplataforma, existe uma coisa no iMessage que a Google, Facebook, etc. não querem por nas suas plataformas: SMS simples. Diz antes, vocês é que são obrigados a instalar 1001 Apps para falarem com toda a gente.

    ResponderEliminar

[pub]