2017/03/24

Qualcomm impediu Samsung de vender o Exynos a terceiros


A Samsung teve posição prioritária para receber e utilizar os mais recentes Snapdragon 835 da Qualcomm, mas em contrapartida terá cedido nas suas intenções de vender os seus Exynos a outros fabricantes.

Os Exynos da Samsung são alguns dos mais potentes chips mobile no mercado, a par dos Snapdragon da Qualcomm (embora o novo 835 o foco pareça ser na poupança energética e não no desempenho), e sendo a Samsung produtora de chips faria todo o sentido que quisesse disponibilizá-los - leia-se: vendê-los - aos seus clientes.

Até ao momento os Exynos têm sido usados exclusivamente nos smartphones da Samsung, mas isso não terá sido por sua decisão. Aparentemente, a Qualcomm terá feito pressão sobre a Samsung, usando as suas patentes, para impedir que a Samsung vendesse os seus chips a outros fabricantes durante um período de 25 anos. É uma posição que veio a público devido às investigações sobre as práticas abusivas da Qualcomm, e que é ela própria considerada abusiva, mas não se sabe se isto irá significar que a Samsung fique livre para vender os seus Exynos a quem os quiser comprar.

De resto, todos os grandes fabricantes têm optado por fugir a estas questões criando os seus próprios chips (a Huawei tem os seus Kirin que também têm dado muito bons resultados), pelo que na prática, isto acaba apenas por afectar aqueles fabricantes que tradicionalmente têm optado pelos chips MediaTek e/ou Qualcomm - mas sendo lógico que a Qualcomm não quisesse qualquer concorrência dicional.

1 comentário:

  1. A Xiaomi tambem está a produzir seus próprios chips para não depender da Qualcomm

    ResponderEliminar

[pub]