2017/03/26

Uber suspende testes autónomos após acidente violento no Arizona


O desenvolvimento dos carros autónomos na Uber não parece estar a seguir o melhor caminho, e depois de se saber que os seus veículos precisaram de intervenção humana quase de quilómetro a quilómetro, temos um caso de um acidente violento que deixou o SUV da Volvo de lado na estrada.

O incidente irá ser analisado em detalhe, e será de esperar que a Uber partilhe os resultados da investigação publicamente como forma de manter alguma credibilidade perante o público (senão, as entidades estatais certamente o farão) mas, de qualquer forma, um acidente que deixa um automóvel deste porte nesta posição já faz antever que a coisa tenha sido grave.

O azar da Uber será uma sorte para a Google, pois o seus carros autónomos (agora a cargo da Waymo) nunca estiveram envolvidos em acidentes graves e, na maioria dos casos foram acidentes em que os culpados foram os condutores humanos dos outros veículos.

Vai ser também interessante ver se a Volvo esclarece o que se passou, por exemplo, dizendo que a parte de controlo do veículo era algo da inteira responsabilidade da Uber e que não representa o estado dos sistemas autónomos que eles próprios estarão a desenvolver. Quando muito, poderá ser apenas um caso da Uber querer por a "carroça (autónoma) à frente dos bois"...


Actualização: afinal parece que também aqui a culpa não foi do carro autónomo da Uber, mas sim do outro veículo que lhe deveria ter cedido a passagem.

2 comentários:

  1. Mais uma vez a razão está ao lado dos carros da Uber!
    E mais uma vez se prova que os carros com condutor são perigosos!

    ResponderEliminar
  2. "It is uncertain at this time if they were controlling the vehicle at the time of the collision."

    Às tantas ainda foi um acidente com dois humanos :P

    ResponderEliminar

[pub]