2017/05/08

Holanda está a testar estradas com asfalto auto-reparável


Os buracos nas estradas são algo com que os condutores portugueses estão bem familiarizados, mas um grupo de cientistas Holandês espera que em breve isso se torne uma coisa do passado, apostando em asfalto que pode tapar os buracos (quase) automaticamente.

Bem conhecemos os casos dos buracos que surgem nas estradas asfaltadas, e que eventualmente lá são remendados com um pouco de asfalto atirado lá para dentro... que invariavelmente dura apenas até à próxima chuvada, num ciclo sem fim com os consequentes custos em termos de manutenção das estradas como no desgaste acrescido nas viaturas.

No caso deste asfalto auto-reparável, o mesmo conta com fibras condutas integradas, permitindo que a reparação possa ser feita mediante um veículo especial com cria um campo indutivo, aquecendo o asfalto e fazendo com que a estrada se repare automaticamente - num processo semelhante ao que por vezes se nota nas estradas com forte exposição solar, e onde partes do asfalto parecem ter "derretido".

O custo deste asfalto é de cerca de 25% superior ao normal, mas esse custo seria compensado pelo facto destas estradas poderem ter o dobro da vida útil do asfalto tradicional, durando até 20 anos. Na Holanda já existem alguns troços com este asfalto que se estão a aproximar dos 10 anos de idade que é considerado o limite do asfalto normal, pelo que daí para a frente se poderá validar se a promessa de longevidade é realmente cumprida.

1 comentário:

  1. "Auto-reparável" não será o caso, a própria estrutura da estrada não se repara a si mesma, tipo corpo humano, tem de ter intervenção exterior!
    Quanto muito será "Mais fácil de reparar".

    ResponderEliminar

[pub]