2017/06/19

Como deveria ser o Pixel 2 da Google


O Google Pixel pode ser um excelente smartphone mas não tem sido o sucesso que a Google desejaria, só tendo vendido 1 milhão de unidades em 8 meses; mas há quem já imagine o que poderia ajudar a aumentar as vendas para o Pixel 2.

Este Pixel 2 que vos trago hoje não é um smartphone real, mas apenas uma ideia da DBS Designing de como poderia/deveria ser o próximo smartphone da Google e que seguramente seria bem mais apaixonante que o modelo actual.

O design escolhido inspira-se na mais recente vaga de modelos com ecrãs com margens reduzidas, acabando por ser um misto de Galaxy S8 e G6, em vidro e metal, e que resultaria bastante bem. Para não ficar dependente de tecnologia que parece estar a dar algumas dores de cabeça, o sensor de impressões digitais não ficaria integrado no ecrã mas sim na traseira, onde também teríamos câmara dupla (infelizmente com um pequeno ressalto) e um G iluminado multicolorido - esperemos que pudesse ser utilizado de melhor forma do que a barra de LEDs RGB usada nos Chromebook Pixel.

Para o resto das características teríamos um ecrã OLED de 5.7" QHD+, CPU octa-core, 6GB+128GB, câmaras traseira dupla de 12MP, frontal de 7MP, bateria de 3800mAh, e resistência à água IP68. O preço é que certamente não iria ser muito agradável... mas entre pagar $650 pelo Pixel actual, ou $750/850 por este... acho que a vantagem estaria do lado deste hipotético Pixel 2.

... O maior problema é se o Pixel 2 real não for capaz de dar resposta às expectativas dos utilizadores...


1 comentário:

  1. Preferia que esta tendência dos smartphones sem bordas caminhasse numa perspectiva diferente. Para mim fazia muito mais sentido, manter o mesmo tamanho do ecrã e diminuir as dimensões exteriores. Tenho um 5.5" e já tenho dificuldade em usar com uma mão, esticar os ecrãs só piora o problema.

    Já quase não há mercado para bons telemóvel com dimensões mais reduzidas, assim ainda vai ficar pior.

    ResponderEliminar

[pub]