2017/06/19

O museu dos gadgets falhados


Vivemos num mundo fascinado por gadgets e demais aparelhos... mas por vezes esquecemos-nos de que, por cada gadget que teve sucesso, houve muitos outros que foram falhanços; e na Suécia há um museu que se dedica a coleccioná-los.

Há casos históricos de grandes falhanços que ficaram na memória de todos, mas muitos outros passaram despercebidos a grande parte da população. Por outro lado, neste Museu dos Gadgets Falhados não encontramos apenas falhanços de décadas passadas, mas também alguns bem recentes e que ainda poderão gerar alguma emoção - como o Google Glass, que depois da sua apresentação apoteótica como sendo a "8ª maravilha do mundo" acabou por se ir arrastando e arrastando, até cair num esquecimento envergonhado...

Do lado da Apple também temos várias entradas, como a sua consola de jogos/multimedia Pippin, ou até o Apple Newton... que pode ter sido um falhanço na altura, mas viria a servir de inspiração para o que no futuro viria a ser o iPhone e o iPad, quando a tecnologia permitiu transformar a ideia em realidade. Da LEGO temos os kits com fibra óptica, onde os LEDs e fibras custavam mais à LEGO do que o preço pedido pelo conjunto completo.

Depois, temos ainda autênticas aberrações, como os DVDs DivX de uso limitado, que começavam a degradar-se depois de abertos, e apenas permitindo ver o filme num prazo máximo de 48h... que maravilha para preencher os aterros com ainda mais plástico (a não ser que ainda haja quem goste de andar com os CDs pendurados no pára-brisas do automóvel, a pensar que isso os livra de pagar a Via Verde).

Enfim... serve para nos lembrar que o mundo não vive só de sucessos. :)



Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]