2017/07/15

Juno mostra-nos a grande mancha vermelha de Júpiter mais perto que nunca


A sonda Juno tem captado imagens surpreendentes de Júpiter, e numa das suas últimas passagens teve a oportunidade de passar mais perto que nunca sobre a famosa mancha vermelha do gigante do nosso sistema solar.

Na sua mais recente passagem, a Juno sobrevoou a grande mancha vermelha de Júpiter a uma distância de apenas 9000 quilómetros, permitindo obter imagens com maior detalhe que nunca, que seguramente irão permitir revelar mais alguns detalhes sobre este fenómeno que continua a ser fascinante.



A grande mancha vermelha de Júpiter é uma enorme tempestade, que é maior que o nosso próprio planeta (como se pode ver na imagem em que vemos a Terra sobreposta para referência). A mancha foi detectada há mais de dois séculos e tem sido acompanhada desde 1830, com os cientistas a acharem que poderá ter mais de 350 anos de idade, e não se sabendo se/quando se irá dissipar.

Com as imagens e dados registados pelos sensores a bordo, os cientistas terão mais um valioso conjunto de informação que permitirá espreitar por baixo da camada visível das nuvens, e ficar a conhecer este que se pensa ser o mais velho planeta do sistema solar, e que se terá formado praticamente em simultâneo com o Sol.

A próxima passagem de Juno por Júpiter ocorre a 1 de Setembro... e teremos nova dose de fotografias para nos fascinar.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]