2017/05/27

Sonda Juno tem revelado um Júpiter como nunca o vimos


A sonda Juno, que tem mantido um olhar atento sobre Júpiter há quase um ano, tem revelado um planeta que tem mais mistérios do que se imaginava.

Podemos conhecê-lo há centenas de anos, mas nada como um olhar mais de perto para nos revelar que Júpiter continua a ter fenómenos que intrigam os cientistas. Na sua cobertura do planeta, a sonda Juno tem passado pelos seus pólos, e as imagens que tem captado seriam praticamente irreconhecíveis para a maioria das pessoas. Também ali temos gigantescas tempestades com centenas de quilómetros de altura e que têm quase o tamanho da Terra.

A sonda também tem recolhido informações sobre o campo magnético de Júpiter, com esses dados a serem diferentes daquilo que os cientistas esperavam - e que obrigará a reformular aquilo que se pensará estar no interior do maior planeta do nosso sistema solar (sendo possível que tenha um núcleo de maiores dimensões que o estimado, e com diferentes partes que se poderão mover em diferentes direcções).


Outro ponto que tem gerado bastante curiosidade, são as "auroras" nos pólos de Júpiter, e que parecem funcionar em "sentido contrário" dos que temos no nosso planeta.

Por agora a sonda Juno tem trabalho garantido até Julho do próximo ano, podendo ser avaliada a possibilidade da missão ser prolongada por mais algum tempo. Quando chegar ao fim, a sonda irá ser propositadamente desintegrada na atmosfera de Júpiter para evitar a possibilidade de chocar com uma das luas de Júpiter e contaminá-la.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]