2017/08/31

Essential partilhou documentos de clientes com outros clientes


Depois dos atrasos no lançamento do Essential Phone, a nova empresa de Andy Rubin comete uma gaffe terrível, ao partilhar documentos de identificação dos clientes com outros clientes.

Quem já tiver sido adicionado inadvertidamente a uma discussão por email com dezenas de intervenientes em "cc" sabe a facilidade com que se pode receber todo o tipo de informação que não seria suposta ser enviada para si. E na verdade foi precisamente isso que aconteceu com a Essential, quando pediu a alguns utilizadores que enviassem um documento identificativo (como o passaporte ou o equivalente ao nosso cartão de cidadão) para completarem a sua compra... mas com esses documentos a serem reencaminhados para todos os restantes clientes a quem tinha sido pedida essa informação.

Todos os que se apressaram a enviar a documentação pedida não acharão nenhuma piada ao facto de haverem cerca de 70 pessoas que ficaram com uma cópia dos seus documentos pessoais, tendo agora que "esperar" que esses outros clientes sejam suficiente responsáveis para os eliminarem sem lhes darem mau uso. Seja como for, quem fica mal é a Essential, que pretendia fazer passar a imagem de que seria uma empresa que tornaria o Android "mais seguro"... mas que afinal parece nem conseguir manter os dados privados dos clientes em segurança, e logo com um erro de "principiante".

É certo que é o tipo de deslize que pode acontecer a qualquer pessoa - e o próprio Andy Rubin já veio pedir desculpa - mas uma empresa tecnológica como a Essential não é "uma pessoa", e esperava-se que lidasse com esta informação dos seus clientes de forma mais cuidada. Que confiança esperam ter da próxima vez que pedirem a um cliente que lhes mande uma cópia do seu CC?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]