2017/08/18

Huawei ultrapassa Apple nas vendas na Europa

Depois de recuperar o primeiro lugar nas vendas na China, a Huawei consegue agora bater a Apple em solo Europeu, algo que não será propriamente inesperado, pois o crescimento que a marca Chinesa registou no primeiro semestre já fazia antever bons resultados.


A aposta que a Huawei tem vindo a fazer no brand awareness está a dar os seus frutos, com o público a reconhecer a qualidade dos produtos que a marca tem vindo a apresentar nos últimos anos.



Os objectivos traçados por Richard Yu, CEO do Consumer Business Group da Huawei não poderiam ser mais ambiciosos, com o número um a ser o alvo pretendido, destronando a poderosa Samsung que por agora está num nível completamente diferente. Por agora a luta centra-se pela recuperação do segundo lugar, superando a Apple, o que já parece ter sido conseguido (à justa) de acordo com os dados agora publicados pela Canalys.



Quem também registou um excelente resultado foi a Xiaomi, com a particularidade da marca não ter uma presença oficial na Europa Central e de Leste.

Numa altura em que se aguarda a chegada do novo iPhone, será interessante verificar qual o papel que o Huawei Mate 10 terá nestas contas, pois foi o próprio CEO da marca Chinesa a colocar o desafio deste modelo competir directamente com o iPhone 8.

por: Luis Costa

3 comentários:

  1. O solo é europeu. Mas os dados não incluem a Europa Ocidental (Alemanha, França, Espanha, UK, ...).
    São da Europa CEE - Central and Eastern Europe (a chamada Europa de leste: Polónia, Repúblicas Checa, Estónia...)

    ResponderEliminar
  2. Só é pena que a assistência seja má...

    ResponderEliminar
  3. Sinceramente isso diz pouco. Na minha óptica é perfeitamente normal que nesses países (e nos restantes já agora) uma marca com produtos em todos os segmentos de mercado, consiga vender mais que uma marca cujo preço médio do telefone deve andar nos 600€ (se não for mais).

    A Huawei tem de facto produtos cada vez mais atractivos, é verdade. Mas não vamos fazer dela o que não é.

    ResponderEliminar

[pub]