2017/11/27

A explicação dos preços das promoções na Worten


Tem andado a circular um vídeo que - compreensivelmente - atingiu proporções virais, de supostas promoções da Worten com a etiqueta da promoção a ter exactamente o mesmo preço da etiqueta normal. Mas afinal... há uma explicação para isso.

Em época de Black Friday e Cyber Monday todos procuram as melhores promoções, quer seja para aproveitar para fazer compras para o Natal, ou para comprarem algo que há muito desejavam mas que ainda estava acima do seu orçamento (claro que nem sempre as promoções que surgem nesta época são realmente vantajosas, pelo que há que ter a devida cautela). Mas hoje, vamos repor a justiça nesta questão das etiquetas dos preços na Worten.

Quem por aqui anda sabe bem que a minha relação com a Worten (online) não tem sido nenhum mar de rosas, pelo que não é uma questão de defendê-lo, mas simplesmente explicar o que se passa no vídeo - como nos foi elucidado por um dos nossos membros (pois também eu estou sempre a aprender com eles).

O caso é o seguinte, como nos explica o Helder Caçoila:
Isso é normal e não quer dizer que não há promoção nenhuma. Por lei a etiqueta do preço tem de estar com o preço actual, pelo que terá sempre de ter o valor com o desconto já aplicado. No entanto o sistema da Sonae não permite a impressão de etiquetas de promoção no próprio dia da promoção - ou melhor, permite mas fica com o preço riscado igual ao preço actual (pelo que parece aquilo vai buscar o preço do dia em que se está e risca-o, e o preço promocional para colocar no local habitual, se já se estiver no dia da promoção são os dois iguais). Daí que imprimem a etiqueta sem preço riscado, colocam no sitio como manda a lei e depois tem outro layout de impressão de promoção para colocar por cima.

No Jumbo acontece a mesma coisa, não sei se pelo mesmo "erro" no sistema se por outra razão qualquer mas também tem sempre a etiqueta normal por baixa da etiqueta maior com indicação da promoção.

Fica assim explicada a situação, e voltamos ao processo habitual de verificação dos preços (que se deverá aplicar sempre, independentemente da altura do ano e de ser uma promoção ou não) para determinar se se está a fazer bom negócio ou não.

Portanto, se virem promoções com preço riscado igual ao preço normal, ou etiquetas repetidas com o mesmo preço, não se surpreendam: não quer dizer que seja realmente uma promoção de interesse, mas pelo menos não a devem descartar imediatamente como sendo uma sem interesse.

20 comentários:

  1. https://www.facebook.com/carlosmmartins/posts/10157073802649062

    ResponderEliminar
  2. Isto soa-me a desculpa de mau pagador...

    ResponderEliminar
  3. Não é desculpas de mau perdedor, é simplesmente a verdade! Não se trata de defender isto ou aquilo, mas sim o facto de um vídeo que por ai circula estar a dar uma idéia errada das coisas!

    Na Sonae é assim que funciona, já lá trabalhei e sei como é. Por isso é que usam a etiqueta ou flyer da promoção por cima, para indicar que naquele artigo existe promoção!

    A etiqueta com o preço e caracteristicas tem que estar sempre actualizada e junto ao producto.

    Para quem não sabe ainda, todos os dias sai alterações de preços e antes da loja abrir os preços têm que ser colocados no devido sítio, isto para, o cliente não comprar um artigo em que na etiqueta vem um preço e no sistema está outro!

    É tudo feito por sistema informático. Sai a alteração do preço e esse é sempre colocado antes da loja abrir.

    Isto não invalida o facto de empresas como Worten e outras enganarem de certa forma os clientes com os preços praticados, mas o dito vídeo em circulação NADA PROVA EM RELAÇÃO A ISSO!

    Aliás, prova uma coisa... os colaboradores alteraram as etiquetas com os preços antes da loja abrir!

    ResponderEliminar
  4. Houve quem se desse ao trabalho de fazer freze-frame do vídeo, e conseguia-se ver que, no preços que estavam por trás, a data de colocação dos mesmos era de 23-11-2017, ou seja, eram os preços da Black-Friday.

    Agora, eu se fosse à Worten, do mesmo modo que nós lhe atacamos forte de feio quando nos tenta enganar com supostas promoções, ou quando não nos envia produtos que fizemos a pré-encomenda há meses, por ruptura de stock, ia atrás do artista que tentou enganar toda a gente nas redes sociais, colocou o vídeo, e via as ligações que ele tem a outras empresas rivais, e não tinha vergonha nenhuma de lhe colocar um processo por difamação.

    ResponderEliminar
  5. Ia exactamente escrever o que o Hugo Escreveu. Tem a prova do dia da impressão. Mas como dava muito mais impacto fazer o video assim... Assim se deixou.
    No meu passado profissional tive oportunidade de gerir as compras de produtos de informática de duas cadeias grandes de electrónica de consumo.
    A verdade é que mesmo com o peso que essas cadeias têm a nível de poder de negociação, muitas vezes não se consegue competir com a pequena cadeia que não faz stock e apenas reflecte uma pequena margem em cima do custo que tem do produto.
    Senão vejamos, custo de aquisição + custos de pessoal + custos de transporte até a loja + custos de stock + serviço pós venda é muito difícil ter preços a competir com as estruturas mais pequenas. Não se esqueçam que são estas cadeias grandes que empregam dezenas de milhares de pessoas. Sei que todos nós, eu inclusive, andamos atrás do preço mais baixo. Mas temos que perceber que existem custos que têm que ser imputados...

    Não quero com isto defender nem atacar ninguém, apenas expor uma opinião de quem andou muitos anos a negociar preços de compra... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendo o que dizes, e faz todo o sentido. Agora, esses custos que referes, todas as lojas os têm, seja uma Worten ou uma Novo Atalho, em escalas diferentes.

      Os preços terão de ser mais altos para pagar a estrutura e todas as outras pessoas que não geram riqueza (RH, transportadores internos, repositores, gerentes, etc)? Sim, obviamente que quanto maior for a estrutura maior será o custo. Mas também o volume de vendas será completamente diferente, assim como o preço de compra do mesmo produto! Se não for, algo estará redondamente errado.

      Mesmo assim, isso não me parece ser justificativo para teres preços tão elevados, que facilmente levam os clientes mais incautos a pagar mais 25 ou 30%.

      E sim eu sei que a publicidade também custa muito dinheiro. E se calhar até será aí que está o problema, pois a maior parte das cadeias apostam em Advertisement quando se calhar o que precisavam mesmo era de PR.

      Eliminar
    2. "Senão vejamos, custo de aquisição + custos de pessoal + custos de transporte até a loja + custos de stock + serviço pós venda é muito difícil ter preços a competir com as estruturas mais pequenas."

      Esta é a parte da lenga lenga incutida pela grande marca. Abra uma loja pequena e depois veja se continua a acreditar.

      Eliminar
  6. Se de facto aquilo funciona assim, então é uma grande argolada de marketing por parte da Worten, porque induz em erro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Induz em erro AJM porque as pessoas não conhecem a lei. É comum nestas lojas andarem os inspectores da ASAE a verificarem os preços, sobretudo nas promoções e quando o IVA é alterado: fazem uma amostragem dos preços antes da promoção e os preços que entram em vigor com a promoção. Daí que para os inspectores o preço de venda válido é o da etiqueta e a etiqueta ter a data.

      Eliminar
  7. hoje em dia contanto justiceiro de internet e de pessoas a procura da sua fama com images e videos

    ResponderEliminar
  8. Não estando directamente relacionado com o vídeo em questão.. Recordo-me de há tempos ter lido artigo onde se dava conta de uma alteração a legislação relacionada com este tema. Basicamente, passou a se legal (e obrigatório, julgo) a loja ter que indicar o preço anterior. O que já todos fazem, nestas promoções. O problema é que podem indicar um preço desde sempre, ou seja, deixaram de estar obrigados a apresentar um preço dos últimos 3 meses. Podem muito bem apresentar o preço de há 1 ano atrás no caso de alguns produtos há mais tempo na loja, e assim a promoção indicar uns assombrosos -80%. Daí a admiração de muita gente que viu o preço do mesmo produto há umas semanas atrás e depois no dia da promoção se depara com valores riscados tremendamente superiores...

    ResponderEliminar
  9. Na Worten já me aconteceu haver letreiros "grandes promoções" e perguntar:
    - Como é que distingo os produtos em promoção?
    - E responderem-me: "São os que estão no folheto, à entrada" - e não haver folheto :)
    Agora, perceber as etiquetas da imagem do post, acho que qualquer um assim-assim percebe.

    ResponderEliminar
  10. Analisando a coisa como "um todo", ou seja, grupo Sonae e os seus software's, parece-me estranho que o sistema a isso obrigue. Isto é, na linha alimentar por exemplo, nunca vi nenhum preço promocional (daqueles que só valem nesse dia -para sermos comparativos-) sobreposto sobre esse mesmo preço dito "atual conforme a legislação".

    Complicado não é?. Na verdade o que eu reparo nas prateleiras ou naqueles grandes cartazes é num preço riscado e logo ao lado o preço promocional e não no preço "atual" isolado como supostamente exige a lei.
    Contudo posso estar enganado, nem tão pouco sou jurista e perdoem-me desde já.

    Talvez pelo facto desse software da Sonae (e de outras) ser assim tão "reservado" é que por imensas vezes ao passar na caixa com a dita promoção, saio de lá sem qualquer aplicação da mesma!. Felizmente costumo sempre verificar os talões ao detalhe e diga-se que nesse aspeto são muito céleres a devolver o excedente pago pelo artigo.

    Quanto aos outros milhares que não verificaram o preço faturado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão é não ser um software, mas sim vários. Só para citar alguns: sistema de marcação de preços de venda, sistema de gestão de promoções, sistema de venda (POS ou frente de caixa), sistema de gestão de impressão de etiquetas. E podem haver mais sistemas envolvidos...
      Estes sistemas são de vários fornecedores, tendo que ser integrados uns com os outros e muitas vezes o que acontece é que é o menor denominador comum que prevalece.

      Eliminar
  11. Empresas gigantes não têm capacidade de ter 2 campos de preço? um para o preço normal e outro para o preço com desconto? ou a percentagem de desconto que se quer aplicar a um preço (sem bem que a % deveria ser aplicada ao preço sem iva)...

    as promoções estão sempre a acontecer... e isto na realidade é normal (haver promoções) e não se fez nada para alterar isto?

    até uma loja online, tipo woocommerce (free) tem esta funcionalidade...

    desculpas com o software ou sistemas... é a fuga mais fácil (não digo que não seja verdade) mas na realidade já tinha despedido alguém :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... Bastará olhar para o "topo" (o Estado) para ver que os sistemas informáticos (e não só) estão longe de ser os melhores e os mais eficientes. Não me surpreende nada que empresas gigantes estejam cheias de limitações que se podem considerar ridículas devido à forma como cresceram e dependência de sistemas antigos (veja-se os bancos que ainda dependem do COBOL).

      Uma loja pequena terá muito mais facilidade em mudar de sistema e fazer uma qualquer alteração, do que uma com centenas de lojas, em diversos países, com toda uma série de requisitos e sabe-se lá que mais...

      Eliminar
  12. Meus senhores basta verem os artigos neste momento no site da worten, terminando a campanha já voltaram ao preço que estava riscado.

    https://www.worten.pt/smartphones-e-comunicacoes/telemoveis-e-smartphones/todos-os-telemoveis/smartphone-asus-zenfone-ar-preto-6212152

    https://www.worten.pt/smartphones-e-comunicacoes/telemoveis-e-smartphones/todos-os-telemoveis/smartphone-huawei-p9-plus-grey-5800558




    eu sei disto pois fui um dos colaboradores que teve de imprimir, cortar e colocar cerca de 200 preços que baixaram de 4f pra 5f e depois voltar a imprimir, cortar e colocar outros 200 no domingo quando a promoção acabou.

    ResponderEliminar
  13. Tanta justificação para defender a trafulhice!
    Li a sua explicação e não percebi nada de logico. A lógica aqui é enganar o zé povinho. Aliás como tantas outras que por lá já detectei, neste caso no Continente.Mas também digo que todas as reclamações por mim apresentadas foram prontamente resolvidas na hora.
    João

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que é que não percebeu? E porque não está identificado?

      Eliminar

[pub]