2017/12/15

Fim da neutralidade promove redes alternativas para acesso à internet


O fim da neutralidade da net nos EUA ainda vai enfrentar uma longa batalha, mas os seus efeitos começam a fazer-se sentir desde já, incentivando a criação de redes de acesso à internet que dispensam os operadores tradicionais.

O único ponto positivo que o fim da neutralidade poderá trazer - se assim se pode dizer - é o mesmo que a dos roubos de dados tem tido a nível da promoção de práticas mais seguras entre as empresas. Perante a perspectiva dos operadores passarem a ter o poder de ditar a que sites se pode aceder e a interferir com a velocidade dos serviços que consideram indesejados, resta a solução de ultrapassar os operadores e criar redes alternativas para acesso directo à internet; e nos EUA há quem já esteja a tratar disso.

A Motherboard e a VICE estão a criar uma rede de internet comunitária que servirá a população nas imediações das suas instalações e que se interligará com a rede mesh de Nova Iorque; mas cuja principal vantagem será servir como ponto de ligação directa à internet, sem filtros, e sem necessidade de um ISP tradicional.

Considerando que há muitos municípios e grupos independentes que já trabalham neste tipo de coisas há muito, este fim da neutralidade ajudará a promover este tipo de soluções que, suspeito, depressa se poderão transformar em pacotes pré-feitos, prontos a usar por quem estiver interessado em replicar o sistema na sua área. (E já nem falo em possíveis evoluções futuras, de smartphones que possam suportar de origem redes mesh, e serem eles próprios a infraestrutura de acesso à internet.)


Seria poético que o fim da neutralidade da net viesse a ser a génese de uma internet verdadeiramente livre... de operadores!

7 comentários:

  1. Pelo que conheço, em Portugal e na Europa, isso para os isp atuais seria concorrência desleal e quem dita a legalidade da mesma não tem uma visão/ interesse muito diferente, ou seja, apoio fortemente essas alternativas mas prevejo muitas dificuldades "legais" para poderem operar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há diversos municípios em Portugal a distribuir internet gratuito via WiFi...

      Eliminar
    2. Uma rede Mesh não depende de qualquer tipo de operador por isso não existe qualquer tipp de ilegalidade. Não é ilegal abrires a tua rede wifi a quem auer que seja como acontece com os municípios que o fazem de norte a sul do país. O que é ilegar é revenderes o serviço deles sem qualquer autorização.

      Eliminar

[pub]