2017/12/28

Instagram começa a apresentar conteúdo "recomendado"


Lembram-se de quando as redes sociais nos deixavam seguir apenas e só o que queríamos? Esses dias há muito que desapareceram, e agora o Facebook aplica a mesma fórmula ao Instagram com a apresentação de conteúdos "recomendados".

Regressemos ao passado por momentos, e tínhamos no Twitter uma plataforma em que seguíamos quem queríamos e víamos os seus conteúdos - simples e eficaz. Em nome das melhorias, isso foi sendo alterado, com conteúdo "sugerido/promocional" a ser injectado naquilo que os utilizadores queriam ler, e também a própria ordem cronológica a desaparecer, para que os utilizadores pudessem ver as coisas que a plataforma considerava mais relevantes. No Facebook a coisa tornou-se ainda pior, pois escrever algo já não garante que todos os amigos vejam o que escrevemos, pois o Facebook encarrega-se de decidir aquilo que cada um poderá gostar... e convidando os utilizadores a pagarem para garantirem que os seus conteúdos cheguem a mais pessoas (mesmo às que já tinham dito que queriam ver os nossos conteúdos). E agora, sem grandes surpresas, também o mesmo começa a acontecer com o Instagram - começando pela apresentação de "conteúdos sugeridos".

Embora o Instagram tente acalmar os utilizadores dizendo que estes conteúdos só irão aparecer depois de terem sido apresentados todos os conteúdos que realmente se sigam, não há qualquer dúvida de que o objectivo principal é ir caminhando no sentido daquilo que se tem no Facebook, em que será a plataforma a ter cada vez mais peso na decisão sobre o que os utilizadores devem ou não ver, e seguramente sendo acompanhado pelas tais modalidades de "pague uns euros para garantir que os seus amigos vêem isto".

... Algo caricato quando, sem esses mesmos conteúdos dos utilizadores, não haveria "rede social"... O que faz deste sistema uma verdadeira mina de ouro: não só têm os utilizadores a trabalharem de borla para criarem conteúdos que justificam que os seus amigos permaneçam na rede, como ainda os faz pagarem por isso. :/

2 comentários:

  1. Yep, os conteúdos são criados pelos utilizadores...
    Incrível, ao ponto a que a nossa sociedade chegou.

    Por outro lado, o Instagram pertence ao Mark Zuckerberg, não pertence?

    ResponderEliminar
  2. Comecei a ter anúncios no Instagram já o mês passado. Primeiro era um em cada 15 posts, depois a frequência começou a aumentar. Passado uma semana desinstalei e dei review de 1* na PlayStore. Sei que sendo só eu não tem grande impacto mas pode ser que mais pessoas façam o mesmo e assim talvez revertam esta estupidez dos anúncios. (PS: Já ia com anúncios a cada 2 ou 3 posts e às vezes 2 e 3 anúncios de seguida!)

    ResponderEliminar

[pub]