2010/05/20

Notícias do Dia

O Google tem dominado as notícias com o seu Google I/O a ser palco de inúmeras apresentações e novidades (incluindo o novo formato de vídeo aberto WebM), mas mais coisas há que merecem destaque hoje: como a Adobe e o seu suporte para HTML5, o Flash a recorrer aos torrents - sim, leram bem - e até a autonomia nos Androids. :)


Flash recorre aos Torrents

É aquilo que já se sabe há muito... distribuir conteúdos "pesados" fica caro, em servidores e largura de banda - a não ser que se utilizem técnicas P2P como o BitTorrent.
A Adobe finalmente percebeu isso e vai permitir que o seu novo Flash 10.1 utilize streaming de vídeo utilizado o mesmo tipo de tecnologia P2P.

Em vez de necessitarem de inúmeros servidores monstruosos, capazes de aguentar com milhares ou milhões de utilizadores, essa carga será distribuída pelos utilizadores - fazendo com que todos possam ver os conteúdos sem problemas de "excesso de tráfego."

Com cada vez mais serviços a utilizarem esta tecnologia quero ver a Zon (ou qualquer outro ISP) a continuar a fazer shaping aos torrents!


Adobe abraça o HTML5

Mais uma vez demonstrando que o panorama na Web pode mudar mais rapidamente do que se imagina, a Adobe - talvez motivada pela "guerrilha" com a Apple ao rejeitar o Flash no iPhone e iPad - dá agora um novo passo em frente, adaptando as suas ferramentas para a criação de conteúdos em HTML5.

Seria caricato ver as posições inverterem-se, e ser a Adobe a suportar estas funcionalidades (como o vídeo WebM), enquanto os dispositivos da Apple ficam "para trás" no seu ecossistema fechado...

Parece que a decisão de optar por um iPhone nos próximos meses se tornará numa proposta cada vez mais arriscada... Há uns meses atrás diria que o domínio dos iPhone ainda estaria "garantido" pelos próximos 12 meses, hoje em dia já me recusaria a fazer tal afirmação. Falta ver as cartas que Steve Jobs irá jogar na apresentação oficial do novo iPhone.


mSpot - A tua música na Cloud

Com a proliferação dos dispositivos que utilizamos, torna-se problemático a questão dos acessos aos nossos conteúdos. Podemos ter centenas ou milhares de músicas - e nem falo em filmes e séries - mas... até agora, a solução passa em carregar a colecção completa connosco, ou então escolher um conjunto de músicas que queremos ouvir.

Com este mSpot começamos finalmente a modernizar esse tipo de coisas: com os nossos conteúdos a estarem na web, e acessíveis de qualquer dispositivo: seja ele um smartphone, ou um browser de um computador de secretária.

Será esse o futuro, podermos ver e ouvir o que quisermos, quando quisermos, e onde quiseremos.


Bateria dos Android "deveria durar um dia"

Por muito mal que se possa dizer de algumas atitudes de Steve Jobs, o que é certo é que há coisas que ele sabe fazer bem. Veja-se a questão do multitasking, que tanto tempo demorou a chegar ao iPhone (só no OS 4.0, ainda em fase beta, que chegará ao público nas próximas semanas.)
Não é caso para dizer "eu bem te avisei", mas eis que o próprio Larry Page lhe veio dar razão ao responder a uma crítica de um utilizador de Android relativamente à autonomia do seu aparelho, ao responder: "Se a bateria não durar um dia, então a culpa é das Apps que têm a correr!"
Isso já todos sabemos... mas serve exactamente para justificar todos aqueles argumentos do Steve Jobs acerca do multitasking.


Chrome ganha Web Store

As "stores" estão aí para ficar. Depois do iPhone, Androids e tudo o resto, eis que chega a vez do Chrome ter direito também a um Web Store onde os utilizadores podem facilmente adquirir e instalar aplicações.
Se para muitos pode parecer estranho ter uma coisa deste tipo num browser, rapidamente perceberão o porquê quando se lembrarem que isto cairá que nem uma luva no futuro Chrome OS.


Google Web Fonts
Outra novidade que o Google apresentou: as Web Fonts.
Se quiserem utilizar tipo de letra "bonitos" nos vossos sites, agora poderão ter a vossa vida simplificada.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]